Calvário – A Revelação de Deus Filho

Meditação do dia: 14/01/2022

“E disse: Certamente eu serei contigo; e isto te será por sinal de que eu te enviei: Quando houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte.” (Êx 3.12)

Calvário – A Revelação de Deus Filho“Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.” (Gl 4.4,5). Deus tinha um plano para o povo de Israel: Ser o veículo por meio do qual o Senhor alcançaria os demais povos para a salvação.Jesus é a universal provisão redentora de Deus. Não somente para o povo escolhido, mas para todo o mundo, sem distinção alguma. “Pois todos vocês são filhos de Deus por meio da fé em Cristo Jesus. Todos que foram unidos com Cristo no batismo se revestiram de Cristo. Não há mais judeu nem gentio, escravo nem livre, homem nem mulher, pois todos vocês são um em Cristo Jesus. E agora que pertencem a Cristo, são verdadeiros filhos de Abraão, herdeiros dele segundo a promessa de Deus (Gl 3.26-29). O feito redentor foi realizado no Calvário. A cruz foi o receptáculo do mais estranho e transcendente dos atos de Deus, pois nela, Deus o Filho se ofertou para o mundo hóstia única e eterna. Porque, mediante essa única oferta, ele tornou perfeitos para sempre os que estão sendo santificados (Hb 10.14). Atentemos para o fenômeno do Calvário, um fato histórico, tal qual o do Sinai. No Calvário há um fato histórico e uma bênção consequente. O evento histórico compreende o momento mesmo da oferta, crucificação e morte do Senhor Jesus, com todos os acontecimentos circunstantes, naturais e sobrenaturais. O ritual do condenado levando o madeiro, o despojamento das roupas pelos soldados romanos, a fixação do réu na cruz, que é então firmada e deixada tempo suficiente para provocar a morte da vítima. Eis aí o evento e é claro que tal acontecimento não mais se repete. Pois Cristo também sofreu por nossos pecados, de uma vez por todas. Embora nunca tenha pecado, morreu pelos pecadores a fim de conduzi-los a Deus. Sofreu morte física, mas foi ressuscitado pelo Espírito (I Pe 3.18). O Calvário não se resume no fato histórico, pois há uma bênção consequente que nos legou.Todos sabemos: Redenção para todos os que crerem. Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3.16). Todas as grandes revelações bíblicas são notáveis e importantes, e apontavam para o Calvário, onde tudo se consumou. Assim como é importante conhecer a Deus, como revelado no Sinai, também não se pode abrir mão de conhecer a Deus como revelado no Calvário, e muito menos no Pentecostes. Como dizemos: Nada foi revelado de uma vez e nem de uma vez por todas.

Obrigado meu Deus e Pai, por se mostrar amoroso e compassivo para com cada um de nós. Graças, por abrir os olhos do nosso entendimento e nos permitir te conhecer mais e melhor. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s