Caminho de Tres Dias

Meditação do dia: 02/02/2022

“E ouvirão a tua voz; e irás, tu com os anciãos de Israel, ao rei do Egito, e dir-lhe-eis: O Senhor Deus dos hebreus nos encontrou. Agora, pois, deixa-nos ir caminho de três dias para o deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus.” (Êx 3.18)

Caminho de Tres Dias – Estudar a Bíblia é um exercício desafiador mas muito prazeroso e desperta na pessoa a criatividade e resulta em aprendizado de grande utilidade para a vida toda. Ela contem certamente muito simbolismo, que demanda criatividade, mas isso não pode servir para alimentar devaneio e fabricar ensinamentos que ao final não serão coerentes com a própria Escritura Sagrada, o que se torna perigoso para o progresso e edificação da pessoa. Os símbolos, figuras, tipos, parábolas e outras formas de linguagem precisam ser trabalhadas em conjunto com o contexto e com a coerência de interpretação. A Bíblia interpreta a si mesma. Os números também fazem parte desse conjunto de possibilidades. É fato que muito se faz para tornar mais místico do que de fato ela já o é e com mentalidade propensa a forçar a barra, encontramos muitos argumentos que nem valem a pena perder tempo com eles. Por outro lado, Deus não iria desperdiçar tempo e espaço na sua revelação, se aquilo não tivesse alguma utilidade de fato para o conjunto todo da obra que ele estava conduzindo, para levar adiante o plano da redenção. Hoje o nosso texto nos fala sobre o pedido que seria levado ao Faraó, para que liberasse o povo para uma jornada de TRES DIAS DE CAMINHO. Sem ir aos extremos, vemos mais dessa expressão em outras importantes situações da Bíblia. 1. Quando Abraão foi oferecer seu filho Isaque, ele caminhou por três dias. “Ao terceiro dia levantou Abraão os seus olhos, e viu o lugar de longe” (Gn 22.4). 2. Quando Jacó acertou seus salários com o tio-sogro Labão, esse separou o gado e se distanciou três dias de caminho. “E pôs três dias de caminho entre si e Jacó; e Jacó apascentava o restante dos rebanhos de Labão” (Gn 30.36). 3. Quando Jacó fugiu de Labão indo embora, só depois de três dias de caminho é que Labão ficou sabendo. “E no terceiro dia foi anunciado a Labão que Jacó tinha fugido. (Gn 31.22). 4. Nínive, a cidade Assíria que Jonas foi incumbido de pregar a Palavra de Deus, era de três dias de caminho para percorrer. “E levantou-se Jonas, e foi a Nínive, segundo a palavra do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande, de três dias de caminho” (Jn 3.3). 5. Aqui e, Ex 3.18; em 5.3 e 8.27 temos a reivindicação divina de que o povo deva fazer a jornada de três dias de caminho para adorá-lo. “Deixa-nos ir caminho de três dias ao deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus, como ele nos disser” (Ex 8.27). Qualquer que seja o significado que encontre para isso, o fato fica estabelecido: Deus queria que Faraó liberasse o povo para se afastarem de suas vidas de escravos e seus labores e sofrimentos e se distanciassem três dias de caminho para se dedicarem exclusivamente a ele. Se Deus diz, acredito que significa alguma coisa!

Senhor, como temos crido no teu caráter santo e justo, que jamais dás ordens impossíveis de serem praticadas, podemos crer e confiar que nos afastarmos por três dias de caminho, tenha alguma aplicação significativa, para aquela época e para hoje, sendo isso um princípio espiritual de tua Palavra que é eterna. Ao buscarmos sabedoria para entender, cremos que receberemos ajuda do Espírito Santo para alcançarmos compreensão da verdade. Agradecemos por tudo que iremos aprender disso, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s