Sacrifícios Para Deus

Meditação do dia: 04/02/2022

“E ouvirão a tua voz; e irás, tu com os anciãos de Israel, ao rei do Egito, e dir-lhe-eis: O Senhor Deus dos hebreus nos encontrou. Agora, pois, deixa-nos ir caminho de três dias para o deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus.” (Êx 3.18)

Sacrifícios Para Deus – O peso da palavra sacrifício, induz-nos a pensar em algo difícil, dolorido e de custo elevado. Buscando os sinônimos da palavra sacrifício, encontrei duas linhas de pensamento ou vertentes: 1. Suplício, martírio, dificuldade, sofrimento, custo, punição, penitência, aborrecimento, constrangimento.2. Dedicar, dar-se, devotar-se, votar-se. Fazer tudo por alguém: matar, consagrar-se, dedicar-se. Ter compromisso moral:  dever, aplicar-se. Aqui e no sentido do texto estamos tratando de culto a Deus; uma consagração cerimonial com investimento de valores essenciais como tempo, bens, propriedades e integridade de coração naquilo que se propõe fazer. O povo iria deixar seus afazeres cotidianos para dedicar-se a atividades de sua fé e relacionamento com Deus através da adoração, louvor, ofertas e sacrifícios oferecidos como ritual de adoração. Vamos simplificar aqui, para efeito de compreensão, tratando como atividades de culto a Deus. Todas as atividades de culto precisam serem referendadas pelo elemento fé. Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (Hb 11.6). Sem essa constante, a atividade deixa de ser culto para ser apenas atividades mecânicas ritualísticas de uma religião vazia, que não agrada a Deus e não satisfaz os envolvidos. É mera formalidade. “Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído” (Is 29.13). Muitas das atividades do culto dos antigos hebreus, eram simbólicas, figuradas, que apontavam para um relacionamento mais íntimo com Deus, que se materializou com a vinda de Cristo e que ficou confirmado como a Nova Aliança. Lá eles ofereciam sacrifícios de cereais, animais imolados e queimados em altares, incensos e muitos outros modos de agradarem a Deus. Lembrando que todo culto é oferecido a Deus e aponta para a obra da redenção. O homem busca o perdão, a reconciliação, a comunhão e também o serviço a Deus. Embora fossem atividades de fé e simbólicas, as pessoas deveriam alcançar a compreensão do significado e ficar restrito a mera formalidade sem impacto no coração. O profeta Isaías foi muito contundente em nome de Deus: De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios, diz o Senhor? Já estou farto dos holocaustos de carneiros, e da gordura de animais cevados; nem me agrado de sangue de bezerros, nem de cordeiros, nem de bodes” (Is 1.11). Cultuar e servir a Deus com sacrifício é bem mais profundo do que fazer coisas religiosas.

Senhor, graças damos pela tua santidade e justiça demonstrada a nós através do sacrifício de Jesus lá na cruz. Somos agora novas criaturas e podemos nos aproximar do teu trono de graça e misericórdia, porque alguém pagou um alto preço para nos resgatar por completo e nos acolher em tua família. Nosso culto e serviço agora são respostas ao teu amor e sacrifício para nos ter em tua companhia em comunhão. Oramos agradecidos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s