Possibilidades

Meditação do dia: 02/03/2022

“E acontecerá que, se eles não te crerem, nem ouvirem a voz do primeiro sinal, crerão à voz do derradeiro sinal;” (Êx 4.8)

Possibilidades – Moisés estava sendo municiado pelo Senhor, para enfrentar um confronto de seus irmãos que certamente iriam duvidar das credenciais de Moisés como libertador. Deus na verdade estava antecipando para o seu servo, aquilo que era fato que aconteceria, mas no coração e na mente de Moisés aquilo não passava, não aconteceria; acredito que todos nós, em algum momento da vida tem uma “santa ingenuidade” de acreditar apenas no lado bom das coisas. Mesmo sabendo que a vida é incerta, imprevisível, insistimos em trabalhar na idéia de que ela é lógica e precisa. Quando chega a decepção, caímos na realidade e temos que voltar replanejar tudo. Alguém sábio, disse que a vida é muito curta para aprender tudo por tentativa e erros; precisamos aprender muito com os erros dos outros e também com o acerto deles, para ganharmos tempo útil e realizarmos muito mais no exercício da nossa jornada aqui. Essa nossa lógica inconsequente de que tudo será como idealizamos, é contrariado pela realidade do dia a dia. Moisés imaginava que pessoas em regime de escravidão, sofrendo e sendo oprimidas, simplesmente seguiriam um libertador. Acreditariam sem muitos problemas na sua palavra e pregação. Deus sabe que não é bem assim, e preparou por antecipação o coração e a mente dele para os momentos difíceis de resistência e incredulidade que enfrentaria, tanto da parte de Faraó e dos egípcios, quanto dos seu próprio povo. Já fiquei intrigado ate alcançar entendimento da situação em que Jesus operou uma cura, antecipada por uma pergunta que até então para mim, não fazia sentido. Veja: “Então Jesus, parando, mandou que lho trouxessem; e, chegando ele, perguntou-lhe, Dizendo: Que queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja. E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou” (Lc 18.40-42). Na minha ingênua maturidade, entendia que “todo cego” gostaria de ver e isso era lógico! Mas a vida e a vivencia me mostrou não é bem assim. Se fosse hoje, alguns cegos, não gostariam de serem curados, por iriam perder a pensão e os benefícios que recebem do governo. Se forem curados, teriam que voltar a trabalhar e não compensaria. Preferem outro tipo de bênção, mas não a cura e a libertação. Escravos também não aceitam serem libertos, porque terão que assumirem suas vidas e as responsabilidades advindas da liberdade. Nas nossas vivencias de igrejas locais, encontramos irmãos que não querem crescer espiritualmente para não assumirem responsabilidades ministeriais que já sabem que Deus lhes entregou. As possibilidades são colocadas diante de nós e nos compete administrar todas elas. As pessoas irão acreditar ou não; irão nos ouvir ou não; mas a nossa responsabilidade é sermos fiéis a Deus e as verdades da nossa fé.

Senhor, obrigado por nos dar oportunidades de servir e abençoar as vidas das pessoas ao nosso redor. Buscamos sabedoria e discernimento para utilizarmos as oportunidades que se abrem diante de nós. agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s