Falta de Eloquencia

Meditação do dia: 06/03/2022

“Então disse Moisés ao Senhor: Ah, meu Senhor! eu não sou homem eloqüente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua.” (Êx 4.10)

Falta de Eloquencia – Nascuntur poetaefiunt oratores.” (Os poetas nascem, os oradores são feitos). O dom da poesia é inata no homem; o da eloquência pode adquirir-se pelo trabalho e pelo estudo. Por muito tempo eu sentia vontade de escrever, mas quando iniciava, logo perdia o fio da meada e não conseguia prosseguir. Desde os tempos de escola, me parecia que eu funcionava melhor no que hoje chamamos de “produção de textos,” quando estava sob pressão, ou e isso me deixava um tanto quanto intrigado. Nunca tive a pretensão de escrever livros ou coisas assim, mas sempre que surgia uma oportunidade de escrever um artigo ou resenha sobre algum tema, eu procura fazer o melhor; não era lá essas coisas, mas dava para o gasto. Alguns anos atrás, resolvi me desafiar a escrever, não pela produção de literatura, mas como um meio de estimular atividades cerebrais e investir no envelhecimento com qualidade. Sabia que se fizesse coisas diferentes das habituais, obrigaria o cérebro a criar e desenvolver novos caminhos e ganhar habilidades que ajudaria nessa etapa da vida. Podemos fazer isso de diversas maneiras simples, como escolher trajetos diferentes ao caminhar ou dirigir; comer coisas que não temos hábito ou nunca valorizamos, experimentar sabores e cheiros diferentes, sair do trivial e da rotina, até mesmo utilizar as mãos invertidas em certas tarefas. Um dos resultados disso são essas meditações diárias; vocês, especialmente os três ou quatro leitores mais assíduos, percebem que alguns dias elas fluem melhores que outros. Algumas vezes chegam a ser proféticas e são muito abençoadoras até para eu mesmo. No último semestre de 2021, fiz o vestibular e iniciei Pedagogia, tanto para aprimoramento quando para investir nesse processo de continuar aprendendo e não enferrujar tão depressa. Estou satisfeito como novo aluno velho. Como cristão e ministro do Evangelho, lidamos com a formação de novos líderes e temos que ajudar as pessoas a descobrirem suas vocações e se aprimorarem nelas; com isso estamos sempre repassando experiencias como essa Moisés, pois é o Senhor quem vocaciona as pessoas e lhes abre as portas e os caminhos para a vida de serviço a Ele e à igreja ou uma causa. Invariavelmente as pessoas apresentas os mesmos comportamentos que os outros vocacionados, incluindo os personagens bíblicos. Cada um a seu modo, todos querem convencer a Deus de que ele não é uma boa escolha e que tem gente muito melhor e mais qualificada e com boas disponibilidades. Mas… aquele que nos criou nos conhece muito bem, obrigado! Ele é de fato especialista em gente; ele é bom de RH. Adão nunca havia cultivado nada até ser ordenado a cultivar e lavrar o Jardim do Éden. Noé nunca tinha mesmo navegado de canoa, quando foi chamado para construir a arca. Abrão nunca havia peregrinado até ser chamado para deixar tudo e seguir para Canaã. José nunca tinha administrado nada, até servir como escravo na casa de Potifar, depois na prisão e por fim no Egito inteiro. Moisés era príncipe e perdeu tudo; agora estava sendo chamado para fazer algo que fora preparado a vida inteira sem saber que isso estava acontecendo. Como é a sua história? Como é a minha história? Moisés seria um portador da mensagem de Deus e apenas apresentaria os argumentos dados pelo Senhor, mas ainda assim ele sentia a responsabilidade. Isso, por um lado é bom, pois o peso que se sente, nos convida a ser cuidadosos e não confiarmos muito em nós mesmos. Também nunca fui eloquente e bom de lábia, mas o ministério de ensino da Palavra de Deus precisava ser feito e Deus confiou isso a mim, então com muito temor e tremor, entrei por esse caminho e lá se vão quase quarenta anos. Deus seja louvado, Ele tinha razão, de força em força, um dia de cada vez, chegamos até aqui, e posso dizer como descrito por Samuel: “Ebenezer!” Até aqui nos ajudou o Senhor (1 Sm 7.12).

Obrigado, Senhor! Muito obrigado, graças podemos render ao Senhor, por seu amor e vocação de nossas vidas. Não temos mesmo, mensagem própria e a nossa vocação é para transmitir a tua Palavra, no poder do Espírito Santo. Sou grato pela unção e cuidado que tenho recebido de ti em todo esses anos no serviço do Senhor. Louvado seja o poderoso nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s