Israel É Meu Filho Primogênito

Meditação do dia: 31/03/2022

“Então dirás a Faraó: Assim diz o Senhor: Israel é meu filho, meu primogênito.” (Êx 4.22)

Israel É Meu Filho Primogênito – Sou o quarto filho entre oito irmãos. Ser o primogênito em nossa cultura não há qualquer vantagem social ou espiritual. Num passado não muito distante, ser o primogênito era como servir de “sparring” (A aplicação do sparring exige a participação de um parceiro de treino, o qual não é considerado como um adversário, mas simplesmente como um meio pelo qual é possível aperfeiçoar a técnica trabalhada, ou seja, o sparring nada mais é do que uma possibilidade de alcançar um aperfeiçoamento.) Os pais de primeira viagem aprendiam sobre a paternidade/maternidade com o primeiro filho. Ele pagava pela inexperiência, inabilidade, insegurança e pela vontade de ter um filho bem educado e etc. Pesava sobre seus ombros também o cuidado e a proteção dos demais irmãos e pagava caro pelos deslizes deles; não era fácil. Nas culturas antigas, especialmente as orientais, isso era diferente pelo menos nos valores que cercava esse direito de primogenitura. Numa época onde a fé era praticada em família e o culto e as devoções faziam parte dos deveres paternos, isso refletia no filho mais velho que seria naturalmente o sucessor ou responsável por esse cuidado. Assim, o primogênito teria que cuidar de sua vida e família e prosseguir com o legado da liderança familiar e sacerdotal. Devido a isso, convencionaram que na repartição da herança, ele receberia porção dobrada em relação aos demais irmãos, porque teria menos tempo para os seus negócios em favor do sacerdócio para com todos os demais. Lembram da disputa entre Jacó e Esaú? O primogênito (alegado) não valorizava nada, as questões espirituais e negligenciou tudo; o que abriu a porta da oportunidade para Jacó, que além de interesse, também era homem de fé e à quem caberia de fato e de direito aquela herança. Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama), Foi-lhe dito a ela: O maior servirá ao menor. Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú (Rm 9.11-13). A herança de Isaque seria repartida em três partes iguais e Jacó levaria duas e Esaú uma. No caso de Israel, que teve doze filhos, que se tornaram as doze tribos da nação de Israel, a herança seria repartida em treze partes iguais. Por questões domésticas e espirituais de ações erradas dos herdeiros, foi alterada na bênção de Jacó antes de morrer; assim a porção dobrada foi dada a José (Efraim e Manassés) e a liderança ficou para Judá, o quarto filho, devido a medidas disciplinares do pai, Rubem perdeu por imoralidade, Simeão e Levi por violência exagerada para vingar a irmã Diná. O próximo da linha sucessória foi Judá, que dele veio Davi e o trono para sempre e depois o Messias que é cumprimento de todas as promessas, tanto para Israel, Abraão e Adão. Foi assim que o Senhor Deus enviou Moisés dizer a Faraó, que ele se importava com os hebreus, a quem eles desprezavam e oprimiam com uma escravização muito dura; mas aquele povo era especial para Deus, que o tinha como seu primogênito. Para Deus, não há acepção de pessoas e ele não gosta de uns mais em detrimento de outros. As eleições para funções e papeis no cumprimento de planos para a redenção, não afeta a salvação que sempre foi pela graça através da fé. “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo. A palavra que ele enviou aos filhos de Israel, anunciando a paz por Jesus Cristo (este é o Senhor de todos)” (At 10.34-36).

Senhor, agradecemos pelo dia de hoje e as tuas bênçãos sem medidas sobre as nossas vidas. Como teus filhos, eleitos em Cristo Jesus, pelo seu sacrifício perfeito e completo lá na cruz, agora podemos ser da tua família e sermos herdeiros e participantes da vocação celestial. Aceitamos a graça pela fé sem merecimento de nossa parte. Muito obrigado pelo seu amor e bondade para conosco; oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s