Moisés e Arão Diante Deles

Meditação do dia: 07/05/2022

“E encontraram a Moisés e a Arão, que estavam defronte deles, quando saíram de Faraó” (Ex 5.20)

Moisés e Arão Defronte Deles – Podemos hoje pensar em liderança cristã em tempos difíceis e como as pessoas podem ser ajudadas e confortadas em seus momentos ontem podem até perderem as perspectivas de vida. Deus chama pessoas para realizarem tarefas que contém etapas e fases, onde outras pessoas precisam participar da visão e da construção do projeto. Libertar Israel era a missão de Moisés, para a qual ele fora criado por Deus, preparado em todas as habilidades que iria precisar. Paralelo a isso, Deus estava preparando também a sua equipe de trabalho, que cumpriria funções que não competia a Moisés, mas a realização de uma parte tem tudo à ver com a outra. O fracasso ou insucesso de uma, afeta integralmente a outra. Por mais que façamos um paralelo da vida e ministério de Moisés com o trabalho de uma pastor de igreja local ou um líder de uma instituição cristã, quer missionária ou assistencial, ainda temos que lidar com as peculiaridades, afinal, Moisés iriai liderar uma nação, que no momento inicial era um amontoado de gente, sem estruturas administrativas e vivendo sob as tradições tribais e é claro que à medida que aumenta a quantidade de pessoas e suas necessidades, aumenta exponencialmente os demais problemas. Os hebreus estavam sob o regime de escravidão de uma nação grande e poderosa, poderíamos dizer a maior potencia mundial dos seus tempos, certamente lutar contra um sistema organizado e cruel não era um mero exercício de que se possa extrair resultados naturais fáceis. Quando os feitores israelitas voltaram da conversa com o rei, decepcionados e  ultrajados, eles encontraram de cara, com Moisés e Arão. Eram os líderes a quem eles poderiam recorrer, buscar ajuda, explicações e até mesmo apresentarem suas queixas e reclamações. Líderes precisam ser e estar acessíveis aos liderados. São eles que detém a visão verdadeira e responsabilidade de sustenta-la. No livre de Provérbios se diz: “Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança” (Pv 11.14). Liderar uma nação com milhares e milhares de pessoas é diferente de liderar uma igreja local, por maior que ela seja. Na igreja, as pessoas são voluntárias e estão ali por uma associação e comunhão de idéias, visão de serviço e adoração a Deus e um compromisso com a comunidade local da qual fazem parte. Uma nação é mais complexa e os níveis de autoridades e comprometimentos são diferentes, como também as necessidades e expectativas das pessoas. Conhecemos bem a importância da separação entre igreja e estado e o papel de cada um. A liderança da igreja e dos ministérios estão mais próximos e permitem uma maior interação conosco; já o estado é outro nível e uma outra história.

Senhor, obrigado por nos chamar para sermos a tua igreja e realizarmos a missão de anunciar o evangelho da graça salvadora a todas as nações. Somos cidadãos de duas esferas diferentes, mas apenas uma é eterna e governada em santo amor e justiça. Só ao Senhor prestamos culto e adoração, mas iremos respeitar e trabalhar por criar um estado de boas relações e servir de sal e luz e levar o teu amor às pessoas. Oramos agradecidos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s