Octagenários

Meditação do dia: 11/06/2022

“E Moisés era da idade de oitenta anos, e Arão da idade de oitenta e três anos quando falaram a Faraó.” (Ex 7.7)

Octagenários – Bons tempos aqueles!!! Depende do que se queira dizer por bons tempos aqueles do passado. Segundo o rei Salomão, no livro de Eclesiastes, não é muito sábio esse tipo de aspiração. “Nunca digas: Por que foram os dias passados melhores do que estes? Porque não provém da sabedoria esta pergunta” (Ec 7.10). Jesus, que é maior e mais brilhante do que Salomão disse outra verdade muito importante sobre o fator tempo: “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” (Mt 6.34). O passado já está pronto, feito, bem feito ou mal feito, ele já foi; o futuro ainda não existe e insiste em permanecer no futuro, que se nos apresenta sempre opaco, invisível, improvável e imprevisível. Alguém disse mui sabiamente que é muito difícil fazer previsão, ainda mais sobre o futuro! O único que é atual e palpável e ao nosso alcance é o presente; não é à toa que o atual momento é chamado de presente, acho que ele até deveria ser visto e representado por um lacinho bonito, igual aos que utilizamos nos pacotes e embalagens de presentes que damos à alguém especial ou numa data especial. Provavelmente uma das boas lições sobre esses eventos temporários que Deus pretenda nos ensinar é que devemos nos concentrar no presente, porque aqui podemos realizar coisas e deixar um legado, planejar e trabalhar por um futuro melhor, baseado nas escolhas que fizermos. Podemos não definir o nosso futuro, mas o planejamento permite um futuro preferível. Feito é melhor do que bem feito e nada for feito, não haverá nada a desfrutar quando o futuro se tornar presente. Moisés e Arão era homens como nós e já estavam na casa dos oitenta anos de idade quando iniciaram o ministério de suas vidas. Será que não estava tarde demais para começar algo de importante? O tempo deles foi utilizado em experiencias de preparo para esse grande evento na vida deles e na vida de toda aquela geração de israelitas. Eles viveram até ali aguardando o tempo da libertação e apropriação da bênção da herança que lhes fora dada por Deus em promessa a Abraão, Isaque Israel; tudo tem o seu tempo e agora era a vez deles. Fazendo exatamente o que escrevi a pouco, aconselhando a não fazer, que é divagar sobre as possibilidades do futuro, mas só como exercício mental do que poderia ter sido, Moisés e Arão poderiam seguramente aos oitenta e dois e oitenta e cinco anos de idade, isto é, dois anos após saírem do Egito, terem entrado na Terra Prometida e digamos, seguindo a mesma premissa, vivido lá até os cento e vinte anos; trinta e oito anos na bênção da herança; mas como dizemos hoje: “Deu mal!” a boa pergunta é sobre o que Deus ainda tem para nós na idade atual em que estamos. Em que podemos continuar produtivos e como estamos nos preparando para essa nova fase ou esses anos que estão por vir? O que acreditamos e no que acreditamos, determina como agiremos agora no presente, para construir esse futuro preferível. Desejo incentivá-los a terem anos de produtividade, aproveitando a experiencia, os novos valores e as novas escalas do que é realmente importante, como cristãos o nosso papel como conselheiros, anciãos e o nosso exemplo será de grande importância para as novas gerações, especialmente porque fomos protagonistas em épocas de grandes transformações no mundo e a nossa geração criou e espalhou as muitas tecnologias e encurtou caminhos, ligou os pontos e facilitou acessos e isso tem propósitos. Saímos de uma máquina de escrever e estamos na realidade virtual, metaverso e conquistas espaciais e também não resolvemos grandes dramas como a fome, a miséria e destruição do planeta; conseguimos mudar a coleira, mas o cão ainda é o mesmo; só Jesus na causa!

Senhor, obrigado por nos dar a oportunidade de servir e construir numa época que é nossa e que pudemos deixar grandes legados, mas ainda muitas perguntas sem respostas, mas crendo que o destino de tudo e de todas as pessoas estão em tuas mãos e isso é um ótimo lugar para se estar e confiar que a salvação está agora mais perto do que quando abraçamos a fé. Pedimos sabedoria para sermos bênçãos em todos os nossos dias e fazermos a diferença que está sendo esperada, para o futuro que tens programado para o teu povo. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s