O Mês do Começo

Meditação do dia: 24/11/2022

“Hoje, no mês de Abibe, vós saís.” (Ex 13.4)

O Mês do Começo – Não consigo precisar onde e quando, mas me recordo muito bem de participar em celebrações de culto ao Senhor, onde o pessoal cantava um cântico que enfatizava a lembrança do dia em que se tinha convertido ao Senhor Jesus. A letra era repetida, alterando a cada vez o dia da semana, da seguinte forma: “foi numa segunda feira que ele me salvou, eu sei que ele me salvou…” depois: “Foi numa terça feira…” e a medida que cantavam as pessoas que se lembravam do dia da semana em que haviam se convertido, eles ficavam de pé; quando terminavam os dias da semana, eles finalizavam cantando: “foi em qualquer dia que ele me salvou…” então todos que não se lembravam do dia se levantavam e toda a congregação estava de pé em grande alegria. Eu sei, por exemplo que foi numa quarta feira que entreguei minha vida de maneira pública, ao Senhor Jesus. Essas datas são marcantes e referenciais na experiencia da pessoa. O que podemos chamar de “memorial,” porque sempre poderão comemorar, celebrar e quanto perguntado, elas sabem o dia exato. Na experiencias dos israelitas lá no Egito, depois de muita contenda com Faraó, eles finalmente foram libertados e poderiam então sair em definitivo e começarem uma nova vida. Deus havia lhes dado a data de início do calendário deles como nação, e no décimo quarto dia, seria a celebração da Páscoa e consequentemente o dia da libertação e saída do cativeiro. “Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano. Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família (Ex 12.1,2). Provavelmente os israelitas utilizavam o calendário egípcio, como referência, e poderiam estar também contando os tempos por meio dos anos de residência ali n o Egito, mas a partir de agora, eles passariam a contar sua história com um calendário próprio, marcado o seu início no mês da libertação de seu cativeiro. Agora, que eles iriam de fato iniciarem a sua história como nação, esse seria o seu primeiro mês do ano. Vamos pensar nisso e fazer um paralelo com a nossa experiencia de salvação e libertação que Deus fez em nós através de Jesus Cristo e sua obra de redenção. É usual entre os cristãos afirmarem como ensinou o apóstolo são Paulo, sobre ser uma nova criatura no momento em que Cristo se tornou o senhor das nossas vidas. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Co 5.17). Queremos assumir que a nossa verdadeira vida se inicia com o encontro com a salvação em Cristo Jesus. Vamos deixar para trás tudo o que aconteceu até então deve ficar como uma página virada de nossas vidas. O Egito ficaria no passado dos israelitas com tudo o que ali ocorrera, agora é uma nova história. Também precisamos pensar construtivamente nessa nova experiencia, porque até então o controle de nossas vidas estava alheio a nós mesmos, pois o pecado é quem controlava e ditava as regras; o equivalente para os israelitas em que o Faraó e o Egito controlavam suas vidas e dizia o que fazer e o que não fazer. Desde a libertação, eles estavam livres para serem um povo, e como tal teriam que assumir as responsabilidades que esse privilégio dava. Deveriam reconhecer a Deus como o Senhor absoluto de suas vidas e que ele teria a primazia de sua atenção e a fé e a obediência lhes daria a segurança e as garantias que precisavam. Mas eles teriam que assumir o papel de liderar e não ser comandado. O novo convertido ao Evangelho de Cristo deve ser instruído em desenvolver sua fé e comunhão com Deus, agora liberto do poder do pecado e sob o senhorio de Cristo, crescer em graça e conhecimento espirituais. Cada cristão precisa trabalhar o seu crescimento e cada igreja local precisa prover os recursos e os meios para um bom discipulado. Agora começa a verdadeira vida!

Senhor Deus, nosso Pai, amamos ao Senhor e somos gratos pela nossa salvação e com ela, a oportunidade de vivermos uma nova vida, com novos alvos, novos objetivos e cheios de significados. Queremos crescer e servir com qualidade, por gratidão e amor ao Senhor. Agradecemos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s