Conversa Entre Líderes

Meditação do dia: 18/02/2023

“Depois disse Moisés a Arão: Dize a toda a congregação dos filhos de Israel: Chegai-vos à presença do Senhor, porque ouviu as vossas murmurações.” (Ex 16.9)

Conversa Entre Líderes – Moisés e Arão fazem muito bem a representação típica da liderança. Eles foram líderes excepcionais no sentido mais amplo desse termo; assumiram responsabilidades gigantescas, que estão muito acima do imaginário de todos nós. Falo isso porque ao olhar a minha liderança, o meu círculo de influencia e as minhas responsabilidades, eu vejo quão grandes eram as deles.  É claro que o mais importante é a fidelidade deles no desempenho, como também para mim. Cada um no seu devido lugar, mas o grau de fidelidade e dedicação precisa ser exatamente o mesmo. A todos os filhos, Deus distribuiu dons, talentos, oportunidades e responsabilidades, conforme ele mesmo avaliou e sabe o grau de competência. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer (1 Co 12.11). Eu sou um pastor de igreja local, no interior do Estado de São Paulo, numa cidade de trinta e dois mil habitantes. Moisés e Arão foram líderes de uma nação! Quando eles começaram, não havia nada organizado; todos eram escravos, viviam sob o domínio e o governo egípcio; entre eles prevalecia a administração tribal através dos anciãos, que se reunia para dirimir questões e apaziguar situações, manter a unidade e a incentivar a fé em Deus, que fizera promessas aos patriarcas. Os dois irmãos chegaram, quer dizer, Moisés sempre estivera fora da convivência, pois fora criado como egípcio, no palácio, sendo considerado filho da princesa e recebeu a mais fina educação da nobreza e preparado para o governo e a administração imperial. Aqui, já podemos ver que antes dos israelitas se decidirem a clamar por libertação, Deus já estava trabalhando no preparo de um líder capaz de enfrentar o Faraó e o Egito; também estava preparado para cuidar de uma administração de nível de um estado. Arão, que fora criado como escravo e servia nos trabalhos braçais, fora preparado pelos pais para estar pronto para o devido tempo, que eles alimentavam nos corações. Depois da tentativa fracassada de Moisés de iniciar algum movimento de libertação, ele foi para o autoexílio, fugindo de uma caçada implacável que lhe seria imposta pela corte. Quando finalmente voltou, estava credenciado com mais experiencias e mais credenciais para servir, pois agora ele mesmo tinha experiencia profética e um relacionamento com Deus, capaz de superar os momentos mais difíceis em nome da missão. Aqui, em meio a uma crise de murmuração e má vontade da parte do povo; ele chama o seu irmão e delega a missão de convocar o povo para sair e voltarem a atenção para Deus, que queria se manifestar e revelar a eles sobre a conduta e a fé deles. Não era hora para Moisés agir ou falar, era hora de confiar uma tarefa ainda que simples ao seu auxiliar e Arão fez exatamente o que era esperado dele. Você e eu, com nossos líderes e liderados estamos na condição de observadores do que eles fizeram e aprendamos alguma coisa que possa nos ser de utilidade prática em nossas lidas ministeriais..

Senhor, agradecemos os companheiros de caminhada, que precisam andar conosco, mas também precisamos valorizar e delegar a eles aquilo que será feito de melhor qualidade por eles do que por nós. O que de fato fará a diferença é a sensibilidade ao teu Espírito Santo e como ele falará e nos orientará. Precisamos ser bons em ouvir e seguir as instruções que vem de ti. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s