Cala-te, Fique na Sua

Meditação do dia 27/09/2015

Jz 18.19E eles lhe disseram: Cala-te, põe a mão na boca, e vem conosco, e sê-nos por pai e sacerdote. É melhor ser sacerdote da casa de um só homem, do que ser sacerdote de uma tribo e de uma família em Israel?”

Cala-te, Fique na sua! O silencio é precioso e todos apreciamos o silencio no lugar certo e na hora certa. Na hora de dormir, o silêncio da noite e maravilhoso! Quando vamos meditar e fazer um tempo à sós com Deus, o silencio ali tem um valor muito inestimável. No momento de descanso, após um dia agitado, sem dúvida alguma o silêncio vale ouro. Quando vamos conversar um assunto sério e importante, decisivo, e a pessoa faz silencio ouvindo com atenção é muito bom. Imagine o valor do silencio numa sala de concerto musical, daquelas apresentações únicas!!!! Pois bem, há também o silencio que denuncia coisas ruins, quando alguém poderia fazer algo, dizer algo que ajudaria e até salvaria pessoas e se casa, é um silêncio pesado, doentio! Quando o erro está sendo praticado e quem deveria alardear, fica quieto e se omite é um silencio de cumplicidade com o mal. Hoje estou pensando com vocês sobre a vida de um jovem que se vendeu para um homem chamado Mica, para ser um sacerdote profissional, de um culto misto de santo e profano. Os cearenses, tem um provérbio popular que diz: “Quem faz um cesto, faz um cento, basta ter cipó e tempo!” Isto é, quem uma coisa uma vez, fará mais vezes, é uma questão de oportunidade. Esse jovem aceitou ser sacerdote em troca de casa, comida e uns trocados – algum tempo mais tarde, pessoas de uma tribo passou por ali em busca de um local para ampliar seu território e conhece esse jovem sacerdote e usaram seus serviços. Quando retornaram com uma grande massa de gente, para se estabelecerem no novo território, passaram lá e apropriaram dos ídolos e objetos de culto do dono da casa, objetos esses sob guarda e proteção do sacerdote e ele quis saber o porque deles fazerem aquilo; então eles nem responderam, só mostrou uma nova proposta: “É melhor ser sacerdote da casa de um só homem, do que ser sacerdote de uma tribo e de uma família em Israel?” Ele não teve a mínima consideração com o patrão e a família que lhe dera acolhida. Chegou a hora de sua promoção, agora vou ser importante, ganhar mais, ter status. Disseram para ele: Cala, rapaz, fique na sua, essa é a sua grande chance na vida! Ele se calou, se vendeu! Isso ainda acontece todos os dias, quando se leva alguma coisa “por fora” para não interromper uma negociata, não denunciar uma armação, uma fraude! Não denunciar um pecado, um erro. Não devemos nos vender e muito menos comprar quem se dispõe a se vender! Não devemos colocar à mão na boca e ficar quieto diante da injustiça e do erro! E se for ministério, isso é sagrado, e dom e misericórdia de Deus, não merecemos, então se ganhamos ou fomos chamados, precisamos honrar e sustentar a verdade! Israel não tinha rei e por isso cada um fazia o que bem queria; nós temos um rei e a ele devemos satisfação e a ele prestaremos conta de tudo!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s