Davi Teve Problema de Coração

Meditação do dia 28/10/2015

I Sm 24.5 “Sucedeu, porém, que depois o coração doeu a Davi, por ter cortado a orla do manto de Saul.”

Davi teve problema de coração – Não acredito que tenha sido um problema cardíaco, infarto ou arritmia ou quaisquer outros males que comprometem o coração. Mas foi um tipo de dor, que dói sem doer de fato; é mais um problema de consciência. Muitas qualidades só se evidenciam em circunstancias extremas, onde a pessoa é forçada ao limite máximo de suas capacidades. Para um homem treinado militarmente para sobreviver em qualquer tipo de ambiente hostil, e estando encurralado, com risco de vida, com certeza a reação natural seria eliminar qualquer possibilidade de ameaça. Nesses casos, “atira-se primeiro e depois pergunta!” Mas Davi, não agiu como um homem comum, cheio de habilidades de treinamento; ele agiu como um homem de Deus, responsável, líder e que precisava dar exemplo para sua tropa, que era composta por homens desesperados e sem nada a perder e que tinham em Davi suas últimas esperanças de pelo menos sobreviverem mais um dia. Saul ficou vulnerável, isolado numa caverna, sem sua guarda pessoal, até desarmado e incapaz momentaneamente de defender a si mesmo se preciso fosse. Ele não sabia que Davi estava escondido ali, estando inteiramente à mercê de qualquer decisão que fosse tomada. É possível, que por alguma razão, foi possível a Davi cortar com uma espada a orla do manto do rei sem que ele percebesse; ou ele estava muito desatento, ou havia algum de tipo de barulho que deu cobertura para a ação de Davi. Os homens de Davi, apoiavam que ele eliminasse o rei, quem sabe cortando lhe a cabeça ali no escuro da caverna e Davi tinha que escolher cortar uma cabeça, ou só a orla do manto, e optou pela orla. Mesmo assim, logo em seguida “o seu coração doeu!” Pense, como seria a dor e o pesar no coração dele, caso ele tivesse optado por cortar a cabeça do rei? Como ele explicaria isso para Jônatas, filho de Saul e seu grande amigo e aliado? Como ele justificaria perante a justiça, ter matado uma pessoa desarmada, num espécie de cilada ainda que involuntária? Aqui entra a questão dos princípios que regem a vida da pessoa. Minhas ações estão firmadas sobre que bases? A justiça? A verdade? A transparência? A misericórdia? O que Jesus faria estando nessa mesma situação? O que uma pessoa de Deus, comprometida com a edificação de algo eterno faria? Davi escolheu não agir em defesa própria e respeitar a unção que aquele homem tinha, unção essa que só Deus dava, e só Deus tiraria. Ele também era ungido por Deus e certamente gostaria que isso fosse reconhecido e respeitado, então ele iria respeitar e deixar que Deus julgasse a Saul e da sua maneira cumprisse seus propósitos eternos. Abraão querendo ajudar a Deus fazer as coisas produziu pela carne um Ismael, quando Deus lhe prometera um Isaque. Moisés tentou ajudar a Deus tirando a Israel do Egito dez anos antes do prazo e acabou atrasando em trinta anos. Davi não aceitou fundar um trono que durará para sempre e que um dia o próprio Senhor Jesus se sentará nele, baseado na injustiça e em derramar sangue. Eu também já tive dor no coração e dei graças a Deus por isso; Você já teve dor no coração? Seu coração (consciência) ainda de reprova quando toma decisões não boas? Se sim, mantenha isso sensível! É para o seu bem!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s