Problemas Nacionais e Soluções Espirituais

Meditação do dia 25/11/2015

2 Sm 21.1E houve nos dias de Davi uma fome de três anos consecutivos; e Davi consultou ao SENHOR, e o SENHOR lhe disse: É por causa de Saul e da sua casa sanguinária, porque matou os gibeonitas.”

Problemas nacionais e soluções espirituais – As Sagradas Escrituras descrevem em muitas de suas páginas e em diversas de suas narrativas, que fenômenos naturais acontecem naturalmente seguindo o curso da natureza – Há estações propícias para chuvas, sol, seca, florada, plantios, colheitas, enchentes e marés e assim por diante. É também ponto pacífico, que Deus tem poder de interferir e alterar esses ciclos, como meios ou instrumentos de disciplina aos homens e nações. Quem já leu o livro de Êxodo, bem sabe o que aconteceu à faraó e ao Egito, culminando na épica travessia do Mar Vermelho pelos hebreus à pé enxuto. No Deserto por 40 anos, muitos acidentes atmosféricos foram registrados e o que dizer da entrada triunfal deles em Canaã, ao atravessar o Rio Jordão transbordante em plena época das cheias? O próprio Senhor Deus, disse ao profeta Elias para “fechar os céus” por três anos e meio, até que novamente o liberasse, para tratar com um Israel paganizado e controlado pela rainha Jezabel e seus seguidores, que impuseram um culto à Baal, em afronta à Deus. Agora Davi se depara com uma situação que ele acabou por discernir que não se tratava de nenhum fenômeno natural de ausência de chuvas, por problemas climáticos. Ao consultar a Deus, se constatou o esperado, era problema espiritual, de culpa nacional, pecados cometidos em nome do estado por autoridades legítimas; e isso impôs ao povo todo uma sentença que necessitava de expiação e reconciliação. Quero antecipar, que creio sim, em batalhas espiritual, em atos proféticos, arrependimento por identificação e na necessidade de arrependimento e confissão de pecados nacionais e também do acesso do cristão à graça e ao sangue de Jesus como agente redentor e purificador. Mas não pactuo com tudo e qualquer coisa feito de qualquer maneira à pretexto de conquistar territórios ou coisas parecidas. Como bom batista, a Bíblia é a nossa regra de fé e prática! Precisamos ser bíblicos, espirituais, sensatos e sensíveis à direção de Deus através do Espírito Santo e da Palavra de Deus. Como em todo exercício de dons e habilidades sobrenaturais, acredito que as pessoas podem acertar ou errar ao receber, interpretar e entregar ou compartilhar; isso pode ocorrer em uma ou até em todos esses estágios, daí a necessidade de maturidade e disciplina. Nesse caso, em particular, Davi consultou a Deus para saber a razão da crise e foi-lhe revelado a razão. Em seguida, ele agiu por conta própria indo consultar os gibeonitas e não a Deus, para saber como resolver a situação e entendo que foi aí que ele caiu numa armadilha. Aquelas pessoas, se viram no direito de chantagear o rei e exigir um preço, que necessariamente não seria necessário, caso ele tivesse consultado a Deus. A estratégia de uma vitória num combate, necessariamente não é a mesma em outros. Deus conhece tudo e a todos e tem uma visão muito mais ampla de qualquer questão e isso precisa ser levado em conta. Agir com independência, supondo que “já sei o que precisa ser feito” pode levar à práticas abomináveis diante de Deus. (Ex: as filhas de Ló – Jefté – Saul e Davi, nesse caso). Se a batalha é espiritual, a melhor acessoria espiritual que existe é Deus e sua Palavra, o resto é fundamento arenoso! Consultar a Deus não custa muito, não demora e evita erros!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s