Um Retrato de Todos Nós

Meditação do dia 25/12/2015

2 Rs 5.1 “E Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu SENHOR, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso.

Um retrato de todos nós – Prá começar bem, desejamos a todos um feliz natal! Que esse seja não apenas uma data importante no calendário, mas especialmente nos corações de todos nós. O porque celebramos o natal, isso sim, é deveras importante. Nem tanto pelo presente maior que foi Deus que nos deu, mas porque ele nos deu. Um pai sempre sabe qual é a real necessidade de seus filhos e assim, Deus nos deu um SALVADOR! Quem precisa de salvador? Quem está perdido, claro! Porque Deus na sua infinita sabedoria nos daria um salvador se ninguém por aqui anda precisando de salvação? Seria como os nossos enfeites da árvore de natal? Definitivamente não! Isso é para refletirmos: Porque Deus me deu de presente de natal um salvador? O que será que ele quer dizer com isso? Vou trabalhar o verso da meditação de hoje, nesse sentido, quem sabe se elucida melhor e ajuda na atitude que precisamos ter. Olha no verso acima, as qualidades desse homem Naamã; Observe o seu curriculum; se ele estivesse procurando emprego nos nossos dias, com um curriculum desses, ele não ficaria na fila do salário desemprego por muito tempo. Isso ilustra a história de todos nós humanos diante de Deus. Você, eu, nós, vós, eles e todos os outros…. Ninguém chega a ser capitão sem méritos e capacidades (aqui significa comandante chefe, o número um nacional). Um grande homem, isso era reconhecido nacional e internacionalmente; de muito respeito, espaço e lugar conquistado por uma folha de serviço; ele fora responsável por livrar o pais de exércitos inimigos em combate. Era um herói!! Não é todos os dias que vemos pessoas com tais qualidades e habilidades. Contudo, tem “MAS, PORÉM…” leproso!!! Isso estraga o curriculum de qualquer um. Era uma doença contagiosa, e para aquela época, incurável e que condenava todo e qualquer portador dela um excluído da sociedade e banido para fora do convívio e até literalmente, para fora das cidades, tendo que viver em colônias na companhia apenas de outros tais, já condenados, para assim sobreviverem até o dia final. Biblicamente, isso retrata o pecado. O pecado é uma doença contagiosa, incurável que destrói todo e qualquer laço de fraternidade e expõe a pessoa a viver numa condição ruim, até que um dia vá definitivamente para um lugar ou condição, que todos ali são da mesma condição. Só o Sangue de Jesus, derramado na cruz é capaz de limpar as manchas e marcas deixadas pelo pecado. Assim como a lepra, o pecado não faz distinção alguma entre reis e plebeus, nobres e vis, de alta patente ou sem nenhuma categoria, não importa quanto dinheiro, fama, respeito, medalhas, condecorações, títulos e honrarias… todos são leprosos, como todos são pecadores. Foi por isso que o presente de Deus para o nosso natal, foi um Salvador.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s