Viva de Olhos Abertos

Meditação do dia 26/12/2015

2 Rs 6.17 “E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.

Viva de olhos abertos – As boas e grandes lições da vida, aparecem em meio a situações difíceis. Então, dificuldades são sinônimo de oportunidades, que se bem aproveitadas, nos farão crescer, amadurecer e frutificar. Sabemos que temos alguém que olha por nós e vela pela nossa segurança. Ao ler este capítulo, podemos perceber que mesmo quando o governo humano não tem como se proteger de forças e poderes invisíveis do mal, o exército de Deus está de plantão e bem atento. Também, mesmo que estejamos envolvidos com nossas próprias preocupações e nosso mundinho local, há pessoas de Deus, pessoas de oração e com ministérios específicos e atuantes em batalhas espirituais que estão nas torres de vigias, verdadeiramente na brecha, para que os propósitos de Deus se realizem, afinal, o reino de Deus, não começou ontem, ou quando eu comecei a frequentar a igreja e muito menos e tornou mais forte e ativo, porque eu e a minha igreja existimos. Deus sempre contou com um exército, que de anjos, quer de homens, dispostos, preparados e atentos. O rei de Israel não sabia do que estava acontecendo, nem mesmo na esfera material e em se tratando da segurança nacional. Diríamos, que o seu serviço secreto, ou se ministério da defesa, não estava nada preparado, incluindo a guarda pessoal, pois Eliseu fez esse papel várias vezes, até que o próprio rei da Síria, pretenso invasor se irritou com o constante insucesso de suas bem tramadas armadilhas para surpreender o rei de Israel. Vamos pensar em termos espirituais; Eliseu e seu moço, representam a igreja, o poder espiritual e responsável pela manutenção do equilíbrio através da oração e discernimento espiritual. Eliseu sim, estava em condições, mas o moço, ou seja, o seu apoio e auxílio, estava completamente despreparado, ignorante da realidade e sua fé e conhecimento de seu campo de atuação praticamente não existia. Quando viu o exército sírio, já ficou apavorado, indicando que sua preocupação era meramente material. Também não teve nenhum discernimento espiritual da presença das forças armadas de Deus. Ainda bem que Eliseu estava ali e o acalmou e intercedeu por ele para que tivesse acesso a informações espirituais. O mundo espiritual, os anjos, o exército de Deus, estava presente ali o tempo todo, mas o que não é conhecido, não pode ser reivindicado. Como apropriar-se de bênçãos e da ajuda espiritual disponível para o bom desempenho de seu ministério, se nem ao menos acredita em realidades espirituais? Como vencer uma batalha espiritual, se não acredita exista uma? Como buscar discernimento e conhecimento espiritual se acreditas que tudo que podes saber, está disponível intelectualmente? Lembre-se: “O justo viverá pela fé!” Que tal, pedirmos para Deus abrir nossos olhos? Pode ser que nos achemos numa condição de presunção de que já sabemos tudo, já temos tudo… Abra os olhos! Mas primeiro, abra o coração, para Deus!

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s