Coração Perfeito

Meditação do dia 28/02/2016

2 Cr 16.9 “Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é perfeito para com ele.”

Coração perfeito – Ao olhar para a história do rei Asa, aprendemos muito, pois ele foi um tipo de pessoa, que não diríamos que era o melhor modelo, daqueles raríssimos que aparecem no planeta. Ele era “normal” – com bom potencial e na média, acertou mais do que errou. Talvez seja um tipo de pessoa com a qual nos identificamos melhor, porque somos também “normais;” Acertamos, erramos, temos atitudes muito nobres, pisamos na bola, temos nossas próprias crises e superamos muitos obstáculos. NO começo de seu reinado, ele fez reformas muito boas e que restauraram a fé e a prática dos mandamentos, trouxe a nação de volta para Deus e prosperou muito.  Desvinculou-se da herança negativa do pai e do avô e trilhou caminhos novos. Foi agredido militarmente por um exército africano muito maior e mais bem preparado do que o dele e pela sua confiança em Deus, levou todos à oração e a busca da bênção do Senhor e obteve uma grande vitória e libertação. Algum tempo depois, sofreu ameaças do rei de Israel (a outra metade que se havia separado); embora fosse um adversário muito inferior ao que ele vencera com a ajuda de Deus, desta vez ele não buscou a Deus por orientação e ajuda, mas agiu com independencia, tomando uma atitude lógica e humana em termos de conflitos de interesses de estado. Ele procurou a nação vizinha e propôs um acordo bilateral que trouxesse prejuízos para a parte que lhe agredia. Foi nessa situação que Deus se revela a ele novamente, afirmando-lhe que os olhos de Deus procuram na terra as pessoas de coração íntegro para Deus, e a esses Ele se revela forte! Já me vi em situações onde dependi inteiramente de Deus e fui abençoado e também já me vi em situações onde deveria ter exercitado a fé e fui pelo caminho da razão e de fazer do meu jeito. Os resultados normalmente não são iguais. Eu “careca de saber” que é função do senhor suprir para os seus servos e é obrigação do servo confiar na capacidade do senhor suprir suas necessidades. Saber é uma coisa, agir baseado nisso é outra bem diferente! Estou sendo desafiado esses dias pela vida de Elias, que foi enviado por Deus para o deserto, onde seria sustentado por corvos, que lhe trariam diariamente pão e carne e beberia de uma torrente de águas. Depois de algum tempo a fonte secou, mas Elias não se moveu até que Deus lhe desse novas orientações para que fosse para Serepta, em Sidon, onde uma viúva cuidaria dele. Ao ver a torrente secando, será que ele não se incomodou e não se viu pressionado a ter que tomar alguma atitude? Não é isso que pessoas inteligentes e sensatas fazem? É! Pessoas normais agem, pois são responsáveis por suas vidas e suas responsabilidades. Elias não era “normal ou comum” – Era alguém com um missão de Deus com ordens específicas e ele obedeceu e foi honrado. Quando me torno grande, forte, sábio, começo a ficar independente e isso me tira o privilegio de Deus cuidar de mim.

Grande é o Senhor e digno de ser louvado! Graças, Senhor, por tua bondade e pelo agir de tua mão para me guiar em todo o tempo. Eu quero depender de ti, sempre, a independência me afasta dos teus cuidados e isso não é bom! Perdoa-me e toma-me em tuas mãos e guia-me mansamente por águas tranquilas. Tua sabedoria é infinita e melhor do que a minha capacidade de decidir. Seja forte na minha vida e seja o meu provedor diariamente. Quero e vou descansar em ti! Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s