Pais, Filhos, Avós e Netos

Meditação do dia 16/11/2016

Pv 17.6 “Coroa dos velhos são os filhos dos filhos; e a glória dos filhos são os  pais.

 Pais, Filhos, Avós e Netos – Alguns privilégios que a vida concede, precisam sem desfrutados pelos privilegiados senão eles se vão e não tem como repor ou restaurar. Chegar à velhice é um privilegio, pois é sinal de que se lutou e venceu! As marcas e as cicatrizes da vida estampados nas mãos e rostos, são marcas de batalhas, de noites em claro, jornadas longas e poucos recursos administrados com tamanha generosidade que supriu tudo e muitas dessas vezes os filhos nem perceberam que correram riscos sérios. Para os avós, é uma satisfação ver o resultado de seus esforços ao ver os filhos criados, criando seus próprios filhos. É uma pena que em nosso cultura brasileira, embora tenhamos influencia original de tantas outras culturas fortes e antigas, não tenham criado uma boa cultura com valores e tradições bem distintas e marcantes. Cada geração tenta fazer do seu jeito, rejeitando tudo que considerou negativo ou fraco na sua criação e assim vivemos de experimentos e fracassos, tentativas de restaurações e novos experimentos, e cópias remendadas de aspectos de outras culturas que tem uma base e uma razão do porque fazem aquilo. As mudanças de valores e demandas da sociedade empurraram as famílias para situações anômalas, onde os pais criam os filhos não para a uma vida e um propósito, mas para arrumarem um emprego e pagarem as contas, que são cada vez maiores e de mais longo prazo, e com isso esses filhos trazem seus filhos de volta para os avós cuidarem e proverem educação, o que não é o papel deles, consequentemente, aparece uma falha e uma lacuna afetiva e emocional com prejuízos na disciplina e na autoridade, que não é exercida por quem de direito e não aprendida  quando preciso. Estamos vivendo uma geração atípica em todas as demais, costumo até brincar dizendo que somos a primeira geração na história humana que obedeceu aos seus pais e agora obedece aos seus filhos. Alguns não são tão afortunados e na verdade são explorados pelos filhos e abusados pelos netos. Tivemos pais trabalhadores, filhos burgueses e netos degenerados e não me atrevo falar dos bisnetos. Já estamos vendo pesquisas cientificamente boas e comprovadas (o que a Bíblia já diz desde que a roda ainda era quadrada), que filhos fazem bem aos pais e netos e avós necessitam uns dos outros e essas presenças são mais que salutares, são terapêuticas e abençoadoras. A convivência intergeracional é muito necessária; há valores e princípios que só podem ser passados nesse tipo de relacionamento. Aprendizagem e sabedoria emocional e afetiva decorrem da experiência dos relacionamentos. Acredito que a igreja é o melhor campo para essas experiências familiares e deve ser quem incentiva tais práticas e podemos fazer isso abraçando como uma causa vital. Cada geração tem seu próprio compasso de vida e suas esferas de necessidades, que precisam ser acompanhadas e supridas, e a compreensão e o amor devem ser muito presentes. Os vovôs se tornam mais lentos e repetitivos, inseguros devido as debilidades da idade; assim os filhos e cuidadores devem compreender e não exercer uma cobrança irracional sobre eles, como se as coisas ainda fossem como quando eram fortes e ativos e lideravam; as novas gerações estão com acúmulo de informações e pouco conhecimento e quase nenhuma experiência, mas isso não pode servir de desculpa para modos inadequados e ações ofensivas e desrespeitosas. Quem puder desfrutar da bênção de ter pais, avós e bisavós e até mais que isso, não perca essa biblioteca viva de conhecimento e sabedoria, e ainda com traços personalizados de sua própria geração.

Pai, obrigado, por proporcionar a melhor maneira de viver e transmitir conhecimentos e experiências que se pode ter, através das gerações interligas de nossas famílias. Graças te damos pela vida dos nossos pais e pela história de luta e vida exemplar, que nos permitiram ser bem sucedidos hoje e assim podemos premiá-los com a companhia de uma nova geração que eles tanto amam e desejam ajudar na formação. Converta os corações dos pais aos filhos e dos filhos aos pais, para cessar da terra as maldições e produzirmos pessoas melhores para um mundo melhor. Oramos pela bênção do Senhor sobre as famílias e o teu plano para elas e para nós. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s