Não Será Céu de Brigadeiro

Meditação do dia 23/01/2017   

 Is 34.4 “Todo o exercito dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um pergaminho; todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e a folha da figueira.

Não será céu de Brigadeiro – O sonho de todo marinheiro deve ser mal calmo; como para os aviadores seria um céu limpo e claro; Como também imaginamos que o ideal da vida seria uma tranquila paz serena e calma e nada de conflitos e estresses. Provavelmente um dia isso ocorrerá, mas não tenho como dar garantias. Mas o que Isaías relata nesse verso, entrecortando uma profecia contra uma nação, isso, sim, é fato e tem confirmação positiva das Escrituras. Se tem gente que treme com raios e trovões, então, é melhor que já esteja arrebatado quando esse prognóstico acontecer. No acerto de contas de Deus com a humanidade e por causa de suas ações perversas, ele terá que faxinar tudo o que o homem tocou com suas mãos sujas. Cada canto desse universo onde o homem colocou uma de suas engenhocas bisbilhoteiras e deixou sua marca, terá que ser purificado e restaurado na íntegra; isso faz parte do processo de redenção. Olha a descrição acima, com uma pitada de mais de mil anos depois de Isaías, descrito pelo apóstolo São João, em Ap 6.13,14: E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.A precisão de detalhes impressionaria muito se não fosse ambos os escritores inspirados pelo mesmo Espírito Santo. Por mais que se exercite a imaginação, e pensemos em ilustrações de ficção criados pelo cinema, ainda deixa muito à desejar em comparação ao que realmente vai acontecer. João até descreu no passado o evento, pois ele o fez do ponto de vista de quem já presenciara o arrebatamento da igreja e está participando dos eventos redentores levados à efeitos pelo santos. Ao invés disso tudo nos assustar e nos deixar em pavorosa, para mim, e para os remidos, essas descrições tratam da ação de Deus em concluir sua história de amor e redenção do homem perdido. Para que todas as coisas voltem a ser o que originalmente fora projetado por Deus, um grande trabalho deve ser feito e tomamos parte nisso tudo, hoje, anunciando o evangelho da graça salvadora de Deus em Cristo Jesus. O trabalho da igreja hoje é proclamar o evangelho e levar os homens a entenderem o chamado de Deus para a salvação. Hoje está em ação uma parte crucial do projeto todo; assim que acontecer o arrebatamento, outras etapas se sucederão e não temos como tomar parte delas, se não tomarmos dessa agora. Desde que Jesus foi elevado ao céus e deu-nos a grande comissão, a igreja vem fazendo a sua tarefa, cada geração foi responsável pelo seu tempo e sua parte na tarefa; esse é o meu tempo, o nosso tempo, a nossa vez. Ontem, é passado, é história, amanhã ainda está por vir, hoje é o dia, é a hora e a oportunidade; de tão maravilhoso que isso é, que até o chamamos de “Presente.” Vivamos nossa fé e nossa devoção hoje; para vivermos também no futuro.

Pai, obrigado por hoje, pelas pessoas que puseste em meu caminho hoje, para amar, aceitar, ajudar e anunciar quão grande é o meu Deus! No tempo certo, estaremos também no lugar certo, para fazermos o que for certo naquele tempo e naquele dia. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s