Vivendo Uma Aliança

Meditação do dia 21/02/2017    

  Is 63.16 Mas tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nos reconhece; tu, ó Senhor, és nosso Pai; nosso Redentor desde a antiguidade é o teu nome.

 Vivendo uma aliança – Conversei essa semana com uma nova, que ainda podemos dizer que é “nova convertida” ao Evangelho. O que me interessou tanto na conversa, foi ver o entendimento dessa pessoa sobre a graça de Cristo oferecida no Evangelho, e como ela estava experimentando isso de uma forma tão real e cativante. Ela entendeu bem cedo o significado do perdão, da aceitação divina, da vida vitoriosa sobre o pecado e o privilégio de servir a Deus como estilo de vida. Incrível, ela não via traços de religião e nem de “obrigações” da difícil caminhada cristã. Não é para menos que fiquei muito fascinado e a incentivei a continuar a crescer e desfrutar desse relacionamento. Como é gostoso quando se descobre isso muito cedo na experiência cristã; falo isso, porque vivi sob jugo de legalismo, imposição de regras e mais regras e a vida cristão tinha mais “não pode, não deve, crente não faz, não vai,” do que pontos positivos, pois a única alternativa construtiva que mostravam era: “Um dia a gente chega no céu e aí a gente descansa…” Conhecer a graça de Cristo, aprender a viver dentro da aliança com Deus, foi sem dúvida uma descoberta libertadora para mim. Lendo esse capítulo hoje, me deparei com esse versículo que parece uma ilhota de entendimento da graça de Deus, bem no meio daquele mar de leis e regras que os religiosos hebreus punham sobre a vida dos adoradores e servos de Deus. O próprio Senhor Jesus, que viveu naquela época e fez a transição para a verdadeira graça do reino de Deus, falou sobre o peso imposto pela religião: “Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus. Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los (Mt 23.2-4). O profeta transcreve uma observação da compreensão da vida em aliança, que tecnicamente foi feita com Abraão e ratificada com os demais patriarcas e confirma em Escrituras na Aliança com o povo no tempo de Moisés e a peregrinação até a Terra Prometida. Veja que no texto, a pessoa recorre ao valor e benefício da aliança, até anterior a Abrão, o primeiro progenitor da dinastia e mesmo Israel, que é a raiz da Nação. Isso equivale a entender que os planos e propósitos divinos ultrapassam a barreira dos homens e do tempo, pois sua verdadeira origem é na eternidade, no coração de Deus. Eu nasci na segunda metade do século XX, no Brasil, que historicamente foi descoberto em 1500, pelos lusos. Mas a Palavra de Deus afirma e dá razões para crer que Deus planejou a minha vida e faço parte de um projeto muito anterior a essas datas, lugares, pessoas e circunstancias. Nem eu e nem você somos obra do acaso ou acidente de percurso. Ainda que alguém não me conheça ou reconheça, Deus me ama, se importa e faço parte do sei propósito. Isso significa muito e me tira de entrar em crise, por alguma rejeição, incompreensão ou adversidade. Eu amo viver a aliança que Deus fez comigo e tem Cristo como o garantidor dessa aliança.

Senhor, graças damos pela nova vida em Cristo e que alcancei pela graça através da fé e não veio de mim mesmo e nem dos meus esforços. Sou grato pelo perdão dos meus pecados e saber que sou justificado, santificado e aceto por ti, faz muita diferença e abençoa a minha vida. Verdadeiramente, nada e ninguém pode me separar do teu amor, e o pecado já foi vencido e levado pela redenção em Cristo. Vivo um dia de cada vez, uma vitória após outra, até o dia final. Em nome de Jesus Cristo, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s