Zacarias Junior

Meditação do dia 19/09/2017

Lc 1.59,60 – “E aconteceu que, ao oitavo dia, vieram circuncidar o menino, e lhe chamavam Zacarias, o nome de seu pai. E, respondendo sua mãe, disse: Não, porém será chamado João.”

 Zacarias Junior – Um outro nome sugestivo que eu poderia utilizar para nomear esse texto, seria INTERFERENCIAS mas temos que convir que não chamaria tanto a atenção. Talvez alguns de meus leitores, venham a pensar que não é muito espiritual o assunto, e talvez tenham razão; mas pela vossa generosidade, me deem uma oportunidade de expressar algo, que possa vir a servir em suas vidas. Zacarias e Isabel, receberam uma grande bênção divina, sendo contemplados com o nascimento de um filho, já numa fase da vida, em que isso já era praticamente inviável; mas aí é que está a graça, pois pelos caminhos naturais isso não aconteceu e não aconteceria; então era milagre de fato. Não seria apenas um filho, como um presente, um herdeiro, o que culturalmente já seria motivo de muita alegria para eles. Esse filho, seria alguém muito especial na história da nação; alguém muito importante para a história da humanidade, e não como um sábio, um cientista, um descobridor, inventor, estadista ou qualquer outro grau de importância. Seria o predecessor do Messias! Para nós, hoje, isso nem parece grande coisa; mas para eles, era muito especial. Por milênios, aquele povo, geração após geração viviam na expectativa de sinais que mostrassem a proximidade do cumprimento da profecia messiânica. De tempos em tempos surgiam novos indícios, nos escritos dos profetas, como bem conhecemos. As pessoas viviam em função disso; Zacarias era um sacerdote, e seu ministério estava diretamente ligado a ministrar às pessoas para se manterem esperançosas de Jeová, visitaria o seu povo com a vinda do Salvador. Quando teve a visão no templo, ele foi informado que seria o pai do homem que prepararia o caminho para o Redentor. Zacarias ficou tão surpreso, com o anjo, com a noticia de seria pai, e ainda mais de quem seria pai! No nosso modo de manifestar ele disse para o anjo: “Não acredito!” Mas não foi só força de expressão, era incredulidade mesmo, e o anjo lhe disse que ele ficaria mudo até o cumprimento da promessa, e ficou mesmo. Agora ele estava alegre, surpreso, desejo de falar como nunca, mas não falaria! Santa incredulidade! Imagina se cada vez que um cristão vacilasse diante da Palavra de Deus, ficasse mudo? Como as igrejas seriam silenciosas, e Libras seria uma linguagem universal. Quero dizer-lhes, que a nossa incredulidade ou dúvida, não anulam a fidelidade e nem a capacidade do Senhor cumprir a sua Palavra e suas promessas. Bom, quando o menino nasceu, e foram formalizar os procedimentos da fé e cultura, os parentes e amigos, vieram para a festa, já com o nome do menino bordado nos presentes e nos cartões…Zacarias Junior! Dona Isabel, protestou e disse não mesmo: Será João. E todos a confrontaram, como se fossem deles o direito e a autoridade de dar o nome ao menino. Alguém lá já estava estressado: “Que João que nada, não temos João na família e não será agora que iremos começar! É Zaca!” Na sua família, entre seus amigos, acontece isso? Interferirem e se acharem no direito de tomar decisões por você ou sua família? O que Deus havia dito para Isabel e Zacarias, sobre o nome do menino? O que Deus tem dito ou colocado no seu coração? Ceder às pressões e conveniências sócias e desobedecer as instruções de fé, não é nada bom. As promessas de Deus para você e a quem ele falou ou mostrou diretamente, são suas e é sua responsabilidade obedecer e agir. Não permita que ninguém, ninguém mesmo, te leve a violar sua intimidade com Deus e as instruções que ele te fez saber; nem a sua igreja, nem o seu pastor, nem o profeta ou profetisa, não a sogra ou aquela pessoa cheia das revelações. Se Deus falou e você ouviu e entendeu, então você pode continuar ouvindo e obedecendo, sem precisar de intérpretes profissionais. Abraão tento ajudar a Deus e fabricou um Ismael em substituição à Isaque e até hoje temos consequências. Cuidado com o “Zacarias Junior” ele não é que Deus disse; o Senhor falou, JOÃO, entendeu?

Senhor, de muito tempo temos aprendido que obedecer é melhor do que sacrificar, e o desejo do nosso coração é estar alinhado com a tua perfeita vontade. A instrução pode ser simples, mas se faz necessário sermos fiéis em tudo. Obrigado por cumprir cada uma das tuas promessas em nossas vidas e permitir que vejamos que tu és Deus acima de tudo e não escapa ao teu controle. Obrigado por tua fidelidade. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s