Levantar e Percorrer Essa Terra

Meditação do dia 16/03/2018

Levanta-te, percorre essa terra, no seu comprimento e na sua largura; porque a ti a darei.” (Gn 13.17)

Levantar e percorrer essa terra – Em nossas meditações, fazemos uso das analogias, como meio de compreender melhor os princípios espirituais por trás das ações ordenadas por Deus ou mesmo as decisões que os personagens adotaram nas suas peregrinações. Estamos meditando com base em personagens bíblicos e estamos aprendendo com Abrão e suas experiências com Deus. Todos os paralelos são ricos em aprendizagem e ensinamentos. Uma verdade bastante significativa, é que há coisas em que somente se pode aprender, não tem como ensinar. A meditação nos auxilia nisso, pois não tenho como ensinar vocês a “andarem com Deus” pois eu mesmo estou andando e aprendendo passo a passo. O bom é andarmos juntos e ir trocando figurinhas. Após prometer e reiterar as promessas, Deus ordena que Abrão se levante e vá percorrer a terra de ponta à ponta, em todos os sentidos. Por que? Só saber que a terra era dele não seria suficiente? Saber que seus descendentes numerosos a teria e a povoaria, também não era bom o bastante? Pode ser! Mas por outro lado, todo ministério à Deus leva as pessoas à ação. Não era para ser uma apropriação passiva, já com direitos adquiridos. Todo direito não conhecido ou não reivindicado, é nulo. Abrão deveria mexer-se, sair de sua situação cômoda de homem próspero e abençoado, possuidor de uma terra prometida por Deus, seu amigo. Ele teria que agir como um conquistador, um desbravador e conhecer e estar plenamente ciente do potencial e das reais necessidades e possibilidades que a promessa lhe oferecia. Deus nos dá grandes promessas, mas elas são potenciais, são sementes ou mudas que devem ser semeadas, plantadas e cultivadas com esmero e dedicação. Exige-se preparo de solo, trabalho árduo e cuidado meticuloso até o tempo de colher os frutos. Se a promessa é de riquezas minerais, como ouro, prata, pedras preciosas, elas não vem garimpadas, lapidadas e beneficiadas, toda depurada, já em barras e lingotes. Vá trabalhar, vagabundo! Pegue sua pá, picareta, bateia e os demais instrumentos e vai fundo. Quer moleza? Então mastiga água! Foi prometido aos hebreus que sua terra lhes manaria leite e mel – mas você imagina que esse leite já vinha envazado em saquinhos ou caixinhas longa vida? Não. Eles teriam que criar o gado, ordenhar e isso dá muito trabalho e só quem já lidou com gado leiteiro sabe do que estou falando. O mel é uma delícia, mas ele não nasce em saquinhos e frascos de 500g. Apicultura é uma ciência, um trabalho meticuloso, com riscos e danos e ainda por cima as abelhas que produzem bom mel, geralmente ferroam e dói muito. Então o Senhor te prometeu um ministério frutífero e grande, abençoador e você tá imaginando uma sala com ar condicionado, suco gelado, sofá macio e caixa recheado de ofertas para gastar com voos e passeios e grandes conferencias? Multidões ensandecidas atendendo ao seu apelo para se converter e os crentes todos piedosos, arrependidos e tão esforçados para fazer as coisas, que você tem que pedir para eles darem um tempo e não exagerar nos esforços? Acorda, meu irmão! Qualquer visão de sucesso sem esforço e resultados desmedidos sem trabalho árduo sem suor e muitas lágrimas, essa visão vem dos quintos dos infernos. Deus é Deus e Jesus também é Deus e olha o que ele disse: “E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” (Jo 5.17). Levante-se, vá percorrer a terra da sua promessa, de uma lado para o outro e do outro para o lado!

 

Pai, obrigado por nos chamar ao trabalho e à ação de forma construtiva; o desejo do teu coração e que haja ação, mas não ativismo desmedido, buscando merecimentos e reconhecimento humano. Somos salvos pela graça e chamados por tua misericórdia para fazermos parte de um projeto grandioso e realizador, mas servindo na qualidade de filhos-servos, cheios do Espírito Santo, para abençoar um mundo perdido e uma igreja militante, amada por ti. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s