Aliança é Com a Fé

Meditação do dia 26/04/2018

A minha aliança, porém, estabelecerei com Isaque, o qual Sara dará à luz neste tempo determinado, no ano seguinte.”  (Gn 17.21)

Aliança é com a fé – Fazer juízo e justiça numa mesma situação é uma prerrogativa que Deus pode exercer sem problemas. O homem não pode e não consegue. O dizer de Jesus, é impossível servir a dois senhores simultaneamente e ele tem razão. Agradamos a um e desagradamos ao outro. Nossa perfeita imperfeição nos arrasta para até discutir se Deus age certo ou se ele tem razão de fazer algumas coisas. Mas a bem da verdade, Deus pode todas as coisas e não tem problema com isso e nem mesmo assim ele extrapola e abusa do seu poder ou da sua autoridade. Ele é muito correto, aliás, ele é correto. Vivemos numa época em que a humanidade se declara autossuficiente e independente cada vez mais e não aceita interferência externa em suas ações. Embora o resultado disso seja um desastre generalizado, onde se caminha um passo para frente e dois para trás; quando achamos que já superamos certas práticas bárbaras e desumanas, percebemos que elas estão mais vivas do nunca e celebrada por “gente civilizada” e geradoras de influencia. Assim, tudo que significa poder e autoridade, deve ser banido e extirpado, para que se atinja as finalidades pretendidas. Fico bem à vontade para escrever e expressar a minha fé e os valores que considero bíblicos e que norteiam minha vida de fé e de serviço a Deus. Acredito muito na prática da correta mordomia cristã que mantem Deus no centro de tudo como dono e senhor, com todos os direitos e prerrogativas da sua posição. Sou servo, somos servos e isso já um grande privilégio e confere-me um status privilegiado. Segundo Wayne Cordeiro, pastor e escritor sediado no Havai: “A característica mais valiosa de um servo é sua reação quando ele é tratado como tal.” É o teste de fogo. “Todos nós queremos ser conhecidos como servos, desde que ninguém nos trate como um servo.” Concordo em número, gênero e grau! Estou dizendo isso, para afirmar que Deus não fez acepção de pessoas, preferindo Isaque, que ainda tinha nascido, em detrimento de Ismael, já adolescente. A redenção é um projeto sofisticado, bem planejado e dependia de linhagens comprometidas com Deus e a sua vontade. Ismael era filho de Abraão, mas não era o fruto de uma promessa, antes, de um arranjo de conveniências da mente e imaginação de Sara e Abrão na tentativa de interpretar o que seria que Deus queria. Isaque era uma realidade da fé e da obediência, resultado da manifestação do poder do Senhor na vida de quem era incapaz de produzir frutos por si mesmo. Ismael era obra da carne e da razão, adaptando do jeito humano aquilo que seria um atestado da incapacidade de Deus para cumprir sua palavra. Por isso, Deus foi enfático, em linguagem prosaica: “Ismael é gente boa, mas o meu acordo é com Isaque.” Uma máxima que ninguém pode abrir mão é que Deus tem compromisso com sua Palavra. Só isso, simples e puramente isso.

 

Senhor, obrigado por ser o meu senhor e tudo o que isso significa. Graças te dou por dirigir todas as coisas da tua maneira e não existe outra maneira melhor. Nas tuas mãos está tudo bem e sempre poderemos estar seguros e confiantes. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s