No Terceiro Dia

Meditação do dia 08/06/2018

Ao terceiro dia levantou Abraão os seus olhos, e viu o lugar de longe.”  (Gn 22.4)

No terceiro dia – Abraão caminhando por três dias até avistar o lugar que Deus lhe dissera. São três dias ao lado do filho que estava ali, mas estava morto para aquele pai, que cumpria o doloroso dever de um luto anunciado. Na noite que Deus pediu para ele oferecer seu filho amado, ele se dispôs a obedecer, então ali Isaque foi oferecido e no coração de Abraão ele não vivia mais. Naquelas mesmas terras de Moriá, tempos futuros viram a cena real, prefigurada por Abraão e Isaque. O Pai celeste viu seu filho, abrir mão de sua vontade, para morrer e assim viver a vontade do seu Pai amado. Aquela disposição que faltou ao primeiro Adão lá no Paraíso, estava viva e muito presente na pessoa de Jesus, que ao ver a cruenta morte à sua frente, resignou-se a fazer a vontade de Deus e não à sua. E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão” (Lc 22.41-44). As profecias que predisseram toda a sua vida e história, previram também que ele seria morto e ressuscitaria ao terceiro dia. Aconteceu e foi testemunhado e registrado para a verdade ser preservada. “Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (I Co 15.3,4). O pai celestial já vivenciara essa cena desde a eternidade e em figura submeteu seu amigo Abraão a essa prova. Mais uma vez fica comprovado que o Senhor nosso Deus jamais nos pede ou nos dá uma ordem impossível de ser cumprida ou obedecida; como também ele sabe o que está pedindo, porque ele mesmo já passou por isso. Antes de Abraão ele já havia dado o seu único filho, o seu amado filho para ser sacrificado. Jesus sabia o que se passava no coração de Abraão como um pai amoroso e com promessas grandes no coração; ele também sabia o que estava no coração de Isaque, um inocente indo para o sacrifício sem culpa e chances de escapar, porque amava o seu pai e confiava na direção firme dele. Por desesperador que pudesse parecer, Isaque confiava no seu pai e isso lhe dava serenidade para enfrentar os momentos de agonia. Lá no fundo, Isaque também percebeu que estivera morto por três dias. Abraão e Isaque avistaram ao fim da jornada muito mais do que uma montanha, um lugar. Eles viram de fato, um destino e um propósito. Quem de nós, ainda que pela fé, puder se identificar com Abraão e Isaque, irá crescer muito na sua intimidade com Deus e nossa fé alcançará um patamar diferenciado. Não se trata de uma fé “ostentação” mas uma fé humilde, simples, carente e dependente do provisão do Senhor. Abraão não caminhou sozinho, embora caminhou solitário. Ele tinha dois moços de confiança, tinha o filho, mas aquela jornada interior era para ele só e seu coração de pai, coração doador. Por isso ele se tornou uma figura simbólica do Pai, e se tornou de verdade o pai da nação, o pai da fé, o meu, o seu, o nosso Pai Abraão. Gerar um filho não é tão difícil, mas ser um pai, é outra história!

Pai, esse nome lhe cai bem e me dá orgulho de pronunciar, amar e respeitar reverentemente. Obrigado por seu generoso e doador, o melhor exemplo que podemos ter. Obrigado pela vida de Jesus sacrificada no Calvário, mas ressuscitado ao terceiro dia e vivo está para todo o sempre, de geração em geração, pelos séculos dos séculos, amém. Em nome dele, o nome sobre todo os nomes, oramos agradecidos, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s