A Lenha no Ombro

Meditação do dia 10/06/2018

“E tomou Abraão a lenha do holocausto, e pô-la sobre Isaque seu filho; e ele tomou o fogo e o cutelo na sua mão, e foram ambos juntos.”  (Gn 22.6).

 A lenha no ombro – Muita gente que lê essas meditações não tem a experiência da utilização de lenha para alguma coisa em casa. Então também nunca tiveram que conseguir e carregar nos ombros, madeira seca, e as vezes já rachada ou lascada até em casa. Estou falando por experiência própria, nos tempos em que vivi “na roça” no interior de Goiás e Mato Grosso, e não se podia perder uma oportunidade de levar lenha para casa e isso poderia fazer a diferença entre ter uma refeição ou não. Esse texto que conta a história de Abraão e a jornada para oferecer seu filho Isaque em sacrifício, trás essa parte de algo com que posso me identificar e não só eu, mas muitas pessoas e uma muito especial, que é o Senhor Jesus. Ver Isaque carregando a lenha que faria o fogo que o consumiria, é o mesmo que olhar o Senhor Jesus, levando o madeiro da sua cruz onde crucificado por mim e por você. “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados” (I P 2.24). Além da colaboração com o pai no transporte dos itens, tinha também o simbolismo, do futuro sacrifício de Cristo no Calvário onde ele iria levar aquela cruz pesada desde o cenário do seu julgamento até o lugar da crucificação, no alto do Monte Calvário. Podemos ficar imaginando aqui a cena, mas certamente não chegaremos ao que se passou na cabeça e no coração do pai Abraão. Andar lado a lado, juntos para cumprir um ritual doloroso, mas necessário, não deve ser uma caminhada fácil e nem o sonho de qualquer pai e muito menos de qualquer filho. Isso nos fala do preço da redenção e do quanto isso significa para Deus, ver milhares e milhares, milhões e milhões de redimidos diante do trono, em perfeito louvor, graças a doação generosa de um Deus de amor e de seu filho, que deu sua própria vida para resgatar a cada de todos os salvos que se reunirão um dia na casa do Pai. Isaque carregou algo mais do que lenha, carregou uma responsabilidade, caminhou como um cordeiro mudo para o matadouro. Jesus também carregou mais do que o madeiro da cruz, levou sobre os ombros o pecado de toda uma humanidade perdida e aquele era o único caminho e o único meio de resolver.

 

Obrigado Pai, por nos possibilitar salvação e amor divino, imensurável, além da nossa compreensão, mas perfeitamente redentor. O Calvário é muito significativo para nós e a mensagem da cruz muda as nossas vidas. Obrigado, por estar nos esperando, e estamos também esperando o grande dia, o dia do Senhor. Oramos em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s