Dia de Luto Para Abraão

Meditação do dia 30/06/2018

 “E morreu Sara em Quiriate-Arba, que é Hebrom, na terra de Canaã; e veio Abraão lamentar Sara e chorar por ela.”  (Gn 23.2)

 Dia de luto para Abraão – Um pouco depois de quando o mundo já era mundo, foi que a morte apareceu aqui pela primeira vez. Inicialmente veio a perda da imortalidade e depois veio a morte fazer sua primeira colheita, quando Abel foi abatido pelas mãos de seu irmão Caim. Por mais que pareça incrível, mas a primeira morte no mundo foi um ato de violência, com ocultação de cadáver, dissimulação do suspeito e negação de participação até não poder mais negar os fatos diante das provas. Os anos se passaram e muitos morreram, mas ninguém nunca se acostou com ela e nem com a separação produzida. A morte é imprevisível no que se diz “quando” mas é totalmente previsível quanto ao fato que ela virá para todos. Essa é uma certeza para todos que estão vivos aqui na terra. Abraão experimentou o luto por sua esposa Sara, aos cento e vinte e sete anos, pelo fato de serem meio-irmãos, então ele a conhecia e convivia por todos esses anos. Isaque já era um adulto de trinta e sete anos, um solteirão para os padrões da sua época. Não é só redundância, mas quem morre na velhice é sinal de que viveu muito e não morreu novo, já que se vive e se morre apenas uma vez, (com raríssimas exceções). Até hoje, vinte e um séculos depois de Cristo, as pessoas ainda são impactadas com a morte de alguém próximo e temos que lidar com isso, para que os efeitos não sejam desastrosos para quem fica. O que se crê sobre a vida e a morte, sobre juízo e prestação de contas, sobre a eternidade e a vida pós-morte determinam o comportamento das pessoas e culturas em todo o mundo. Para os cristãos, temos um vasto ensinamento bíblico que transborda esperança e confiança naquilo que aguarda-nos do outro lado desse véu negro. Começando pelo fato que o próprio Senhor Jesus disse, confirmando a teologia do Velho Testamento, que Deus não é Deus de mortos, mas sim de vivos e que para ele vivem todos (Lc 20.38). Também ele se apresentou como sendo “O caminho, a verdade e a vida” (Jo 14;6); Ele ensinou que o Diabo é que vem para roubar, matar e destruir, ele ao contrário veio para dar vida e vida abundante (Jo10.10); Ele se apresentou como sendo o “Pão da vida e quem dele comesse viveria para sempre” (Jo 6.48,51); sem deixar de lado o mais importante, que ele mesmo é a ressurreição e a vida para os que crerem nele. Assim, para nós, ressurreição não é um fenômeno, uma doutrina ou filosofia, um acontecimento sobrenatural, mas ressurreição É UMA PESSOA – JESUS! Paulo escrevendo a cristãos de mentalidade grega com diversos costumes, rituais e superstições quanto à morte, foi claro e decisivo: “Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras” (I Ts 4.13,14,18). Abraão passou por isso e é um tipo de experiência que pode ser abençoador e motivo de gratidão a Deus pela vida e história que aquela pessoa cumpriu e agora se reunirá com o seu Senhor para receber as recompensas pela sua fé e serviço prestado ao reino dos céus. A parte dela foi completada e o Criador na sua sabedoria a promoveu à glória eterna. O não discernimento correto da verdade de Deus, leva pessoas ao desespero e amargura, estragando o resto de suas vidas e nem mesmo completando suas responsabilidades. É de fato triste, quando uma pessoa parte para a eternidade, sem conhecer a Salvação em Cristo, ou sem completar sua jornada, interrompida por algo fora do programado ou por uma vida inconsequente. Mas quando está tudo certo, é um privilegio. Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos” (Sl 16.15).

Meu Deus e Pai, Senhor da vida e aquele que tem todas as coisas sob seu governo e em tua sabedoria, sabes todas as coisas e em santo amor cria, sustenta, guia e governa todas as coisas, incluindo as nossas vidas. Elas estão nas tuas mãos e é um lugar muito seguro e bom de se estar. Sou agradecido pelos teus planos e pelo modo como dispõe de nossas vidas, para glória honra do seu Santo nome. Eis-nos aqui, para servir em todo tempo e no teu tempo. Obrigado pela vida eterna e abundante que Jesus garantiu para todos que nele creem e colocam em ti a sua confiança. Para sempre e sempre o Senhor será louvado em nossas vidas, seja na vida, seja na morte. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s