A Fé de Abraão

Meditação do dia 17/07/2018

E não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara.”  (Rm 4.19)

 A Fé de Abraão – Em um filme sobre a história do rei Davi, em conversa com uma pessoa que o admirava e perguntou-lhe sobre o leão que ele matara para defender as ovelhas da sua família, ele respondeu com humor, dizendo que cada vez que essa história era contada, o leão ficava cada vez maior. É uma tendência humana supervalorizar coisas, para mais ou para menos, chegando a um determinado ponto em que já não credibilidade, se de fato aquilo aconteceu. Hoje, vemos até religiosos falando sobre “os mitos da Bíblia,” e assim se forma a base de fé de segmentos da sociedade humana e cada vez mais sem fé e sem elementos para crer. Mas estamos estudando e meditando sobre a pessoa do patriarca Abraão, que é o pai da fé, de milhares e milhares de pessoas, desde os seus dias até os dias de hoje e pela eternidade à fora. Entre os que defendiam a fé dele, estão Jesus Cristo, humanamente seu descendente mais ilustre. Todas as pessoas que conhecemos e os que já passaram na história do povo de Deus em todos os tempos, que foram destacados por suas vidas de fé e devoção fervorosa, todos eles, reis, profetas, sacerdotes, pessoas comuns, eram de fato, pessoas iguais a mim e a vocês, com os mesmos traços humanos, de fraquezas, carências e necessidades. Tiago, até fala sobre um deles que é um ícone para nós: Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. (Tg 5.17,18). O mesmo se pode dizer seguramente sobre Abraão. Era um homem, como todos os demais e tinha atividades próprias de um homem dos seus tempos. Ele nem era nos seus dias tido como religioso, profeta, sacerdote, fundador de alguma culto ou organização religiosa, nem fundou religião nenhuma. Ele era um fazendeiro, criador de gado, cabras, camelos etc. tinham funcionários, escravos e lidava com a vida pastoril e era nômade, vivendo em tendas mudando de lugar constantemente, levantava seu sustento do seu trabalho e o comercio dos produtos ao seu alcance. De fato, era um fazendeiro abençoado, dedicado a servir a Deus e obediente as revelações que teve de Deus, e estreitou tanto esses relacionamentos que foi chamado de amigo de Deus, pelo próprio Deus. Abraão cultivava sua fé! Esse é um detalhe que muitas pessoas não consideram em suas vidas. A fé é uma atividade e uma faculdade do espírito humano, sob influencia do Espírito Santo de Deus e de sua Palavra. Se não cultivarmos nossa fé, ela não cresce, não se desenvolve e a tendência é enfraquecer, diminui, adoecer e até morrer. Fomos criados por Deus com a condição e a capacidade de crer, tanto no nível intelectual (alma) quanto à nível espiritual (espirito). Muitos nem sabem que há diferença entre as atividades da alma e do espírito e ao misturar as coisas, a média fica muito baixa em se tratando de fé. A alma lida com o racional, o intelectual e o emocional, é humano, lógico e aqui está no campo apropriado da religião. A fé é uma atividade do espírito humano, lida com o espiritual ou (místico, sobrenatural). Não há necessidade de lógica, racionalidade, se bem que não é excluída, mas a fé tem sua própria lógica e sua própria dinâmica. A religião encaminha a pessoa para a autossuficiência, a independência e ao conhecimento e retenção de segredos. A fé renuncia a suficiência humana, exige a dependência positiva de Deus e adquirir pela fé um conhecimento de uma sabedoria espiritual superior e de acesso por revelação de Deus. A razão humana o induz ao egoísmo, enquanto a fé é altruísta e generosa. A razão diz que tudo tem começo meio e fim; a fé ensina que Deus é o Alfa e o Ômega, Principio e fim de todas as coisas. Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele” (Cl 1.16,17). Abraão não enfraqueceu na fé, mesmo diante das mais duras provas e dificuldades, porque nutria seu relacionamento com Deus e praticava exercícios espirituais importantes. Quer ser forte e firme em sua fé? Invista em conhecimento, treinamento e prática, diária, constante e perseverante.

 

Pai, obrigado por andar conosco, como andaste como Abraão o nosso pai na fé. Obrigado por revelar um novo e vivo caminho de acesso à sala do trono, onde encontramos ajuda e socorro em tempo oportuno. Em Cristo temos livre acesso e somos aceitos, amados, protegidos com amor. Em Nome de Jesus, apresentamos a nossa gratidão, amém.

 

Pr Jason

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s