Muito Prazer, Sou Ismael

Meditação do dia 02/10/2018

 

 “E ele possuiu a Agar, e ela concebeu; e vendo ela que concebera, foi sua senhora desprezada aos seus olhos.”  (Gn 16.4)

 

Muito Prazer, sou Ismael – A cultura hebraica antiga, passou a nós, cristãos muito dos seus valores e ética sobre a vida tal qual ela é vista por eles. Ainda que a ciência médica, as filosofias, ideologias e outras ciências discutam o valor da vida e desde quando uma pessoa é uma pessoa de fato; para nós, com base firme nas Escrituras, isso é verdade desde a concepção. Um óvulo fecundado é um ser vivo, um ser humano e portanto, uma pessoa. Deus também considera assim, pois em muitos casos ele faz promessas e alianças incluindo “PESSOAS” que nem sequer foram concebidas e alguns casos, ele até antecipa o nome dela. O princípio da fé nos ensina que Por pai de muitas nações te constituí) perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem (Rm 4.17). Estou afirmando que biblicamente nenhuma pessoa é um acidente de percurso; ninguém nasce ou vem à existir sem um propósito. O homem foi criado com a capacidade de reproduzir segundo a sua espécie e nesse sentido o ele é um coautor com Deus no processo de criação. Ele foi abençoado com a fertilidade e a capacidade de gerar vida, que vai muito além da preservação da espécie. Entre as razões de existir do ser humano estão o ato de adoração ao Criador e também a participação nos propósitos eternos divinos em relação à redenção da humanidade. Isso dá dignidade e valor a cada pessoa. Nosso personagem de hoje, pode nos ajudar muito a entender e lidar com aspectos da vida que em nossos dias tem produzido muito trabalho nos ministérios de cura interior, restauração, libertação e valor pessoal. Impactados pela Evangelho de Cristo, muitas pessoas tem rendido a ele suas vidas e compreendido o valor da salvação, exatamente por reconhecerem a condição de vida em que estavam vivendo ou sobrevivendo sob o jugo do pecado. Muitos vieram de vidas e famílias desestruturas de gerações anteriores, lares problemáticos e famílias doentes social e espiritualmente. Muitos membros de nossas igrejas nasceram de relações pecaminosas, gravidez indesejada ou não planejada e ou até frutos de violência e abusos e até escravidão. Muitas pessoas nascidas em condições similares a essas não foram bem acolhidas, amadas ou bem recebidas nesse mundo. Alguns foram amaldiçoados desde que se teve notícias da concepção; outros sofreram tentativas de extermínio e violência por abortos e outras práticas. Outros tantos foram escondidos e camuflados e só vieram ao conhecimento público no nascimento ou muito perto disso, porque seriam motivos de mais violências contra a mãe e a si mesmos ou desprezados e rejeitados. Há ainda aqueles que antes virem à luz já estavam sentenciados a serem entregues à estranhos, ou vendidos como mercadoria ou até serem destinados ao descarte clandestino e abandono para morrerem. A vida de Ismael foi como a de muitos dessas pessoas, pois o que poderia ser uma grande notícia e motivo de festa e celebração, tornou-se motivo de divisão e contenda entre as pessoas; alguém sendo desprezado, insultado e a gravidez sendo usado como moeda ou artigo de valor para propósitos egoístas. O fato de Ismael não poder legitimamente ser o herdeiro da promessa de Deus à Abraão, não constituía uma razão para se tornar uma maldição ou objeto de perseguição e maus tratos, à mãe com poucas possibilidades de defesa e a ele sem nenhuma chance de proteger-se. A vida é sagrada em todas as sus instancias e pessoas são o objeto do amor de Deus, preciosas, valiosas o suficiente para Deus enviar seu filho para morrer por elas. Se você se identifica com algo que eu escrevi acima, você está de parabéns só por estar vivo e em condições de saber disso. Mas as boas notícias para vocês não param por aí. Deus ama você e por algo muito além e acima de nossa capacidade de compreensão, ele te sustentou e guardou, porque tem um plano e um propósito sob medida para você.

 

Senhor, nós acreditamos no teu amor e no teu eterno propósito de sujeitar a si todas as coisas e transformar aquilo que aparentemente é um desastre total, em algo glorioso e muito especial. Oramos abençoando a identidade e o destino dos teus filhos que sofreram abusos e violências para chegarem a existir e por um propósito e graça estão vivos e em condições de conhecerem a tua Palavra e o teu plano de salvação. Agora, podem começar a viver aquilo para o qual deveriam ter sido amados e bem-vindos desde o início de suas vidas. Ministramos perdão e restauração em seus corações marcados por feridas e violências; mas que agora em Cristo são acolhidos e bem vindos à família de Deus, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s