Homem Feroz

Meditação do dia 06/10/2018

 “E ele será homem feroz, e a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos.”  (Gn 16.12)

 Homem Feroz – Essa expressão mexe com minha memória afetiva; desde criança, e isso lá pelos quatro ou cinco anos, me lembro muito vem da voz grave do meu vovô Henrique, vendo alguma das minhas travessuras e ele dizia: “Esse Jason é feroz!” essa expressão na linguagem goiano interiorana, significava alguém “arteiro, valente, cheio de iniciativa,” pelo menos é o que eu entendia. Aquilo soava como um elogio. Só anos mais tarde com a escolarização e as definições mais exatas das palavras, é que trazemos par ao contexto de ferocidade, predador, mais ligado ao reino animal e selvagem. Mas na Bíblia foi tratado profeticamente a Ismael, ainda antes de nasceu, como uma qualidade de caráter e disposição para a luta e a sobrevivência em territórios tão hostis quando inóspitos do deserto do Oriente Médio antigo. Falando em traços de pessoas, que lhe fazem merecer nomes ou títulos; somos conhecedores que em certas culturas, a criança só recebia seu nome definitivo, após manifestar alguma atitude ou realizar algum feito que o tornasse notável e até merecer entre sua sociedade aquele título. Mas nas nossas Escrituras Sagradas, vemos diversos casos em que Deus envia uma mensagem antecipando aos pais sobre a concepção de um filho e já lhe dando o nome, que lhe cabia devido suas características de ministério e serviço. Outras situações, nomeavam como memorial, o momento dos pais na sua relação com Deus ou até uma situação nacional. Aquela criança levaria sobre si uma marca profética da leitura dos tempos e ações determinadas por Deus, como foi com o profeta Oséias: E disse-lhe o Senhor: Põe-lhe o nome de Jizreel; porque daqui a pouco visitarei o sangue de Jizreel sobre a casa de Jeú, e farei cessar o reino da casa de Israel. E tornou ela a conceber, e deu à luz uma filha. E Deus disse: Põe-lhe o nome de Lo-Ruama; porque eu não tornarei mais a compadecer-me da casa de Israel, mas tudo lhe tirarei. E, depois de haver desmamado a Lo-Ruama, concebeu e deu à luz um filho. E Deus disse: Põe-lhe o nome de Lo-Ami; porque vós não sois meu povo, nem eu serei vosso Deus (Os 1.4,6,8,9). Podemos olhar para a vida e a história de Ismael, com o mesmo olhar que desejamos para nossa própria história. Mesmo sendo ele bem nascido, afinal era filho de Abraão, amigo de Deus, ele teria que construir sua própria história e fazer nome com sua garra e determinação. Fazemos escolhas todos os dias e mesmo que herdamos biologicamente certas características ou marcas de famílias, ainda assim teremos que lutar nossas próprias batalhas. Mesmo tendo uma profecia ou uma promessa, ainda assim, precisamos fazer escolhas e trabalhar por elas. Os verdadeiros herdeiros de Abraão, sabemos bem que não são os biológicos, mas os da fé; esses sim, entram na aliança e se tornam herdeiros e fazem parte do povo de Deus. Ismael não herdaria por esse linhagem biológica e nem mesmo um herança física foi lhe dado; mas ele podia escolher servir a Deus e caminhar nas pegadas da fé de se pai e de sua mãe, que também conhecia a Deus; mas ainda assim ele teria seu destino em suas mãos. A mãe o acompanhou na caminhada, providenciou-lhe água, conforto e amparo; mais tarde arrumou-lhe uma esposa e ajudou na criação de seus filhos e os pais servem para isso e fazem isso; mas essa é a história deles e ainda temos que escrever a nossa. Tenho pais cristãos, piedosos e de muita oração e eles velam por mim, sei muito bem disso, mas sei que minha comunhão com Deus deve ser uma experiência pessoal em uma caminhada que diz respeito a mim. Muitos dos que leem essa meditação, se identificam com isso, pois tem pessoas de muita fibra espiritual orando e intercedendo por eles e por essas orações, vocês chegaram a muitas vitórias. Mas ainda assim, eu e vocês, é que prestaremos contas, seremos recompensados ou não. Deus tem sua história conhecida, isso basta, para determinar boas escolhas para confirmar sua vitória.

 

Senhor, graças de rendo pela minha vida e minha história. Sei que fui criado para um propósito muito especial e uma tarefa que só eu posso desempenhar. Obrigado por confiar uma parte da tarefa do reino aos meus cuidados. A tua graça e misericórdia vão me assistir todos os dias para consiga cumprir bem a minha jornada. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s