Afinidades

Meditação do dia 03/01/2019 

E amava Isaque a Esaú, porque a caça era de seu gosto, mas Rebeca amava a Jacó.”  (Gn 25.28)

 Afinidades – Por razões que desconfio que até a razão desconhece, os filhos nascem com certas afinidades herdadas dos pais e isso deixam os progenitores cheios de orgulho e até podem facilitar relacionamentos e desfrutarem de bons momentos juntos. Nada demais, nada estranho. Mas as afinidades não produzem apenas coisas boas ou neutras. Elas produzem rivalidades, e crises entre os filhos e quando não bem administradas, trazem à tona, preferencias de um filho em detrimento de outros. Eu, e grande parte dos pastores e ministros que lidam com aconselhamento e acompanhamento de pessoas que chegam as nossas igrejas e gabinetes em busca de ajuda, sabem que isso causa danos muito difíceis de serem reparados. Via de regra, quem está dentro do problema não o vê com a ótica adequada e em muitos casos, nem admitem tal existência, até que sejam confrontados com provas cabais. Se não forem pais quebrantados e piedosos, vão lançar mão da negação e transferência de responsabilidades. Mas isso não ajuda muito. Como disse a poucos dias numa outra meditação, os problemas quando descobertos precisam ser diagnosticados e então buscar a solução e as respostas. Coisa linda nas Escrituras é que elas não escondem nenhum aspecto da vida das pessoas que compõem seus registros; sejam eles grandes, ou anônimos, ela relata fielmente os passos e os traços de personalidades de cada um, sem omitir as falhas e os pecados, mesmo quando esses são grotescos. O livro que mais valoriza a santidade e verdade faz isso integralmente sem perder sua pureza e inspiração, exatamente porque o seu assunto principal é Jesus Cristo e o plano de redenção. Jesus e a Palavra são exatamente a mesma coisa, pois ele é o Logos encarnado. No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (Jo 1.1-4,14). É justamente por isso que encontramos os registros das pisadas de bola de muita gente boa. É exatamente isso que nos torna humanos, falhos, pecadores e necessitados da redenção que nos é oferecido em Cristo Jesus. Ele veio buscar e salvar os perdidos, então para ser candidato a salvação, o requisito principal é ser um pecador, e estar consciente de que está perdido. Hoje não vamos falar em pecados e redenção, mas valer nos do registro de o nosso amigo Isaque, vencedor em fé e oração até que viesse a sua bênção em forma de dois filhos e como todos os filhos de todas as épocas, uns sempre são diferentes dos outros e ainda que sejam gêmeos, como Esaú e Jacó, apresentam traços muito distintos e aqui surge a nossa história de hoje. Esaú, gostava de caça, característica herdada do pai e que provavelmente também agradava o vovô Abraão. Jacó era do tipo caseiro e desenvolveu habilidades domésticas que agradava a mãe e que lhe servia de companhia. Até aí, nada errado; mas esses gostos e preferencias geraram afinidades entre eles e os pais e parece isso se fortaleceu o suficiente para ser registrado como “alguém amava fulano porque… e alguém amava sicrano porque…” Como é a sua história? Quem era o queridinho do papai ou da mamãe? Quem levava todas as duras, estando certo ou errado? Quem era protegido, não importa o que tivesse acontecido? E pra tirar nota dez: Como os irmãos reagiam? Nem me conte! Gostaria que trabalhássemos para corrigir possíveis descobertas, e acertar o que se fizer necessário.

Senhor, obrigado por nos dar os filhos como grandes presentes e os teus planos são bons e grandes para todos eles. Queremos ser instrumentos de transferência da tua bênção e confirmar o teu propósito de identidade e destino para nossos filhos. Precisamos da tua graça, sabedoria e discernimento para sermos bênçãos na vida de nossos filhos e revelar a eles o teu caráter santo. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s