Um Filho em Risco

Meditação do dia 26/03/2019 

E foram denunciadas a Rebeca estas palavras de Esaú, seu filho mais velho; e ela mandou chamar a Jacó, seu filho menor, e disse-lhe: Eis que Esaú teu irmão se consola a teu respeito, propondo matar-te.”  (Gn 27.42)

 Um Filho em Risco – Nossos dias há coleções de mães que tem filhos em risco de violência e ou já os perderam nessa condição. Mães cristãs também passam por isso e famílias boas, estruturadas, com raízes profundas de vida espiritual e comunhão com
Deus também passam por tais situações. Sabemos que não faltam justificativas e explicações querendo trazer consolo ou ao menos dar uma justificativa para que as respostas sejam no mínimo aceitáveis. A primeira mãe a passar por uma situação difícil de perder um filho para a violência e ainda praticada por alguém de dentro do círculo de confiança, foi Eva. Caim impiedosamente vitimou seu irmão Abel. Onde Eva foi buscar respostas? Nem havia o pessoal dos direitos humanos ainda, nem psicólogos; mesmo assim ela enfrentou o luto, a dor a solidão que restou e a dura missão de continuar a vida. Agora estamos com Rebeca, que sendo uma mãe zelosa, consciente de seu papel e dos valores das alianças com Deus, se vê numa condição de ter que tomar uma nova atitude para preservar os filhos. Sim, ela não queria perder nenhum deles e ainda mais por ação de um contra o outro. Para quem está de fora, pode parecer uma questão muito simples, pois se trata de uma pessoa com índole má atentando contra uma boa pessoa e que merece ser protegida. Para uma mãe, se trata de dois filhos, igualmente amados e é inadmissível perder o controle e não salvar ambos; ela não queria que Jacó morresse, e também não queria que Esaú se tornasse fratricida e nesse caso, seria como perder os dois filhos no mesmo dia. Todos sabemos que nossas decisões tem consequências e como o futuro é sempre opaco e não temos como antecipar prevenindo-nos do que virá após uma decisão, então os ajustes sempre serão necessários. Rebeca articulou com Jacó, conseguir a bênção paternal e assegurou os direitos das alianças divinas já confirmadas à Abraão e Isaque e que na transição para seus filhos, ela entendia que deveria ser Jacó o favorecido. Os meios que mãe e filho utilizaram para atingir seus fins foi questionável e as consequências foram arrasadoras para as relações familiares. O preço da bênção acabou sendo alto e medidas improvisadas se fizeram necessárias. Muitas situações acontecem no meio cristão e entre famílias boas, que não são necessariamente perseguição ou ação maligna direta, mas fruto de escolhas questionáveis ou fora da vontade e do tempo de Deus. A expressão bíblica para isso é o chamado princípio da semeadura: Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna” (Gl 6.6,7). Na impossibilidade de antecipar o futuro, sabendo o que virá, administremos sabiamente o presente e tomemos boas decisões, calculando antes e moderadamente o peso de nossas ações. A única pessoa em todo esse mundo sobre a qual eu tenho controle e posso decidir, sou eu mesmo; todas as demais ao meu redor, não estão sob meu controle e não posso dizer-lhes como devem fazer; elas, tal qual eu e você, temos liberdade de expressão e isso precisa ser respeitado e levado em conta antes de agir.

 

Senhor, somos chamados para sermos pacificadores e promotores da paz e do bem; isso envolve escolhas e obediência a tua Palavra e conhecimento da tua vontade. Pedimos sabedoria para agirmos pela fé e de forma justa e correta, seguindo o teu exemplo e modelo. Oramos pelos pais que passam ou passaram por momentos difíceis com a violência entrando nos seus lares e produzindo vítimas. Conceda-lhes graça e força para se fortalecerem na fé e não enveredarem pelos caminhos das emoções descontroladas e com princípios mundanos e amargurados. Mantenha-nos sob as tuas asas de amor e proteção, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s