Comprando Um Campo

Meditação do dia: 25/10/2019

  E comprou uma parte do campo em que estendera a sua tenda, da mão dos filhos de Hamor, pai de Siquém, por cem peças de dinheiro. (Gn 33.19)

 Comprando Um Campo – “A compra do nosso primeiro carro, um Passat usado nos trouxe muito mais alegria do que a compra da primeira Mercedes.” Isso foi o relato em entrevista dos cantores sertanejos Zezé di Camargo e Luciano. Não só eu me identifiquei com isso, como muitos outros; a primeira aquisição é de fato uma conquista, com um enorme esforço e dá um sentido de realização muito grande. Depois se a prosperidade permite ir adquirindo muitos outros bens, aquela sensação de conquista e realização se torna uma mera adição, sem que exija tanto. Jacó estava voltando de sua jornada como peregrino em terra estranha, e essa foi, ao menos em termos de registro bíblico a sua primeira aquisição. Uma parte do campo, em que ele se estabeleceu, poderíamos adaptar aos nossos padrões, como o seu primeiro sítio adquirido com o resultado de seu próprio trabalho. Foi uma conquista para ele e sua família. Eu moro numa cidade pequena do interior paulista, muito acolhedora e que gera muito boa impressão em todos que a conhecem. Ela tem seus trinta e dois mil habitantes e já com 90 anos; para alguém que chegou bem depois como eu, só com uma bolsa e alguns livros, conseguir se estabelecer e posteriormente adquirir uma residência dentro do perímetro considerado Centro, foi, e é uma grande conquista que celebro com muita gratidão a Deus. Essa mesma alegria acontece com igrejas que batalham com grande esforço e dedicação para se estabelecerem e adquirirem sua primeira propriedade. Construírem seu primeiro templo, as vezes até improvisado; depois com o passar do tempo e com o crescimento, vem as novas possibilidades e aquelas primeiras conquistas à luz da realidade nova, parecem até insignificantes, mas não para quem participou daquilo. Sempre que leio esse texto, vendo a história de vida de Jacó, eu reflito com humildade sobre as conquistas que o Senhor me permitiu alcançar, quando nenhuma delas era possível, senão por uma ação da bênção generosa do Senhor em minha vida e também na vida da igreja. Em breve, no início de novembro, completamos 52 anos de Monte das Oliveiras e somos muito gratos a Deus por aqueles 17 irmãos corajosos que iniciaram a nossa história, debaixo de uma mangueira, no quintal da casa do irmão Agostinho Vargas, um dos fundadores. Desses, ainda temos conosco quatro aqui em Guararapes, três em Bauru e um em Santo André, no ABC paulista, oito dos 17 originais ainda estão vivos e firmes na fé, nós os amamos muito e os honramos pela vida e história que construíram aqui e à partir daqui. Desejo, despertar na memória de quem estará lendo essa meditação, para relembrar as suas primeiras conquistas e depois todas as outras e agradecer a Deus por ter te sustentado e prosperado o seu caminho, e como nas palavras daquele hino antigo: “Conta as bênçãos, quantas são, recebidas da divina mão; uma a uma, todas de uma vez, há de ver contente quanto Deus já fez…”

Senhor, receba a nossa gratidão e o nosso louvor, como reconhecimento por todas as conquistas que o Senhor permitiu fazer parte da nossa vida. Todas as tuas promessas são fiéis e abençoadoras, e foi por tua graça que alcançamos cada uma delas. Hoje, portanto é dia de gratidão e reconhecimento. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s