Efraim e Manassés

Meditação do dia: 08/01/2020

 “Agora, pois, os teus dois filhos, que te nasceram na terra do Egito, antes que eu viesse a ti no Egito, são meus: Efraim e Manassés serão meus, como Rúben e Simeão;” (Gn 48.5)

Efraim e Manassés – Me deixa muito intrigado alguns fatos bíblicos, que só mesmo à medida que vamos caminhando com Deus e conhecendo mais e melhor o seu caráter é que vem a compreensão de determinadas verdades e princípios. Aqui, vejo até com bom humor a investida de Israel sobre os filhos de José, sem deixar nenhuma margem de barganha ou negociação. Ele não pediu os filhos, ele não pediu a opinião de José! Ele fez um comunicado paternal, não aberto a discussão e contraproposta. Só anunciou: “Seus dois filhos são meus!” Aquilo, no momento pode ter parecido estranho até mesmo para José, mas o futuro veio a mostrar que Israel fez o certo e estava profetizando sobre sua futura nação. Na contagem das tribos, José não é nomeado, e Levi foi espalhado entre as tribos como sacerdotes, então Efraim e Manassés assume essas posições e José figura então posicionalmente como o herdeiro da porção dobrada, como reconhecimento de sua fidelidade e serviço em favor de seu povo. Digo que os pais precisam de voz e autoridade profética sobre a família; mas isso não é feito de forma apenas ritualizada. Precisa ser uma atitude de liderança e busca da vontade de Deus para os propósitos divinos se cumprirem conforme o planejado por Deus e desenvolvido pelas pessoas envolvidas. Assim como Deus tinha e teve planos para com Abraão, Isaque e Israel para cumprirem aquelas funções e gerarem aquela nação e assim estabelecerem uma aliança eterna de bênçãos entre Deus e a raça humana e tudo aconteceu conforme o previsto; assim também, na Nova Aliança, há papeis que a igreja desenvolve e os membros que formam o corpo de Cristo agora são os embaixadores do reino de Deus. Os hebreus formaram a nação que trouxe a aliança e a redenção e a Igreja proclama e serve de embaixada não só de uma nação, mas de um reino. Nosso papel e envolvimento é tão importante e crucial hoje, como o foi a fidelidade e o engajamento dos antigos patriarcas e povo de Deus. De dentro da igreja é que Jesus levanta os ministros, para realizar os ministérios e cada um dos filhos de Deus são dotados de dons e talentos que os habilitam a servir e fazer a vontade de Deus acontecer no nosso tempo. Hoje, somos nós, esse é o nosso tempo, essa é a nossa vez!

Pai, obrigado por chamar e capacitar os teus para realizar a tua perfeita vontade e fazer com que os teus planos não se frustrem, ao contrário, sejam plenos de êxito de abençoam todas as famílias da terra, como prometido aos Patriarcas. Somos a igreja e estamos em nosso tempo de servir e fazer a diferença. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s