Abrir Mão

Meditação do dia: 09/01/2020

 “Mas a tua geração, que gerarás depois deles, será tua; segundo o nome de seus irmãos serão chamados na sua herança.” (Gn 48.6)

Abrir Mão – A vida dá e tira coisas de todos nós. Quando crianças, sonhamos com muitas coisas e até planejamos como serão; mas a realidade nem sempre carimba as nossas escolhas e os nossos sonhos. Mas em grande parte, nem sentimos falta daquilo, porque nos envolvemos no processo de crescimento e as responsabilidades aparecem, grudam na gente e não descolam mais. As primeiras coisas que encontramos nos cativam e adotamos aquilo como sendo “o que quero ser quando crescer!” Há também muitos de nós que mesmo não sendo por este caminho, alcançam muito mais do que sonhavam e se realizam muito além das expectativas e possibilidades de quando era apenas uma criança cheia de sonhos. Pessoalmente, entendo que cheguei muito além das chances sonhos de criança e me sinto realizado com a graça de Deus de poder contribuir com o Reino e me realizar como pessoa. É assim, que estou olhando para o texto, em que Israel se apossa dos dois filhos de José e os adota como sendo seus, contados como se fosse irmãos de José e não como filhos. É ai que José entra novamente com a sua generosidade, pois o pai apenas lhe dá uma opção de que os próximos filhos que ele tiver, então serão dele, os filhos de José. Sabendo disso ou não, tanto Israel quanto o próprio José, se prenderam numa situação probabilidades e parece que ficou tudo como estava, pois José não teve outros filhos. Ter filhos eram não apenas um sonho para eles naqueles tempos, mas uma forma de firmar um legado e passar adiante uma bênção de Deus e uma marca de que foram favorecidos pelos céus. Ficar sem filhos era uma situação triste para um homem. Geneticamente José teve e criou dois filhos, mas espiritualmente ele abriu mão para o pai e para a nação. Entendo também que isso tudo foi contado nas genealogias como sendo doze tribos de Israel, mas entre elas, duas eram filhos de José. Digamos, que Deus compensou o esforço dos dois, tanto Israel quanto José viveram as promessas e abriram mãos de preciosidades pessoais para um bem maior, que era uma nação, herdeira de todas as promessas. No nosso dia a dia, abrimos mão de coisas em função de nossos filhos e netos (quem já os tem); abrimos mão de conforto e tranquilidade em atenção a um futuro melhor para eles e os pastores e ministros abrem mão de suas vidas pessoais e familiares em resposta ao chamado e a vocação interior. Famílias se sacrificam para uma missão em prol do reino de Deus e assim, todos podemos experimentar a consagração de algo do qual gostamos muito e até nos é gratificante, para que algo maior e mais proveitoso venha a acontecer. Isso tudo está contemplado por Deus em favor dos seus filhos e servos: E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna (Mc 10.29-30).

Pai, nos consagramos ao Ti e ao Reino dos Céus, que cremos ser um Reino de Paz, amor e justiça, pois quem está sentado no trono é Cristo, o Senhor. Obrigado por nos chamar para fazer parte e construir algo muito maior do que nós mesmos. Assim, quando abrimos mão de algo, estamos na verdade, semeando para a eternidade e nossa fé não nos confundirá jamais. Em tuas mãos nos colocamos e aos bens e talentos que nos dá para sermos úteis e assim abençoarmos outras vidas, como o fomos pelo ministério de alguém enviado por ti. Oramos com gratidão, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s