O Lobo Que Despedaça

Meditação do dia: 08/02/2020

 Benjamim é lobo que despedaça; pela manhã comerá a presa, e à tarde repartirá o despojo. (Gn 49.27)

O Lobo que Despedaça – Estamos olhando para um pai abençoando os filhos e profetizando sobre eles os acontecimentos futuros, quando eles já fossem uma nação e em posse de sua Terra Prometida. Se a intenção era abençoar, então aqui precisamos e podemos ver uma citação positiva sobre Benjamim. Um lobo é um animal feroz e selvagem, mas tem lá suas qualidades que o distinguem na sua área de atuação. Ele é um caçador muito hábil, dotado de inteligência e capacidade de trabalhar em grupo e também tem disciplina para respeitar a liderança do lobo alfa. Isael ao dizer ao filho mais moço, que ele era um lobo que despedaça, certamente não se referia a alguém que com atitudes destruidoras ou que arruinava tudo que lhe passasse a mão. Certamente o rapaz era hábil, inteligente e rápido nas suas decisões e fazia parte de trabalhos em conjunto com os irmãos e se sobressaia. Fico olhando o comparativo e vejo uma pessoa que é suficiente para levantar seu sustento e o faz com extrema dedicação e também não reservava tudo para si, pois na parte da tarde ele reparte as sobras de sua investida. Ao longo da vida, como profundo conhecedor dos hábitos dos animais selvagens, na sua lida com o gado, Israel, podia ver e fazer comparativos com cada um de seus filhos, vendo as características que eles demonstravam no dia a dia. Assim como os pais fazem com seus filhos e os pastores fazem também com os seus membros, ao observar o crescimento espiritual e as habilidades que eles vão desenvolvendo no caminhar da vida cristã. Sempre haverá aqueles que aprendem pela observação e de imediato tomam as iniciativas de buscar o seu próprio alimento e com a prática, vem a perfeição. O uso dos dons e habilidades ministeriais está na mesma categoria; é praticando que se aperfeiçoa e adquire mais e melhores performances. Benjamim era o mais novo dos filhos de Israel e aquele que fora criado sem o cuidado da mãe, que veio a falecer justamente no nascimento do filho. Por melhores que foram os cuidados e a atenção dada a ele, fica sempre uma lacuna a ser preenchida. Também, ainda muito cedo ele perdeu a companhia do irmão mais chegado a ele, que era José, o que invariavelmente lhe acarretou sofrimento. Quando olhamos bem de perto, dá para ver uma história em cada filho, e uma variedade de oportunidades do que se fazer na vida. Se juntamos as peças e olharmos uma família, em vez de indivíduos, iremos ver a história coletiva da vida cristã de todos nós. Cada um tem sua cota de experiências e sofrimentos, mas também cada um tem suas conquistas e vitórias; todos os atributos e características foram dados as pessoas para que elas se realizem como indivíduos, mas também construam como coletivo. Somos responsáveis pelas nossas escolhas, mas também contribuímos para uma vida em sociedade e assim, cooperamos para um todo maior. Até parece que os nomes dados ao pai de família faz alusões a estes atributos de múltiplos resultados – Jacó, depois Israel e esse último é um batalhador e bem sucedido senhor, adorador e patriarca de uma tribo que se torna nação. Quando falamos ISRAEL, em nossa mente, vem dois pensamentos: O homem que mudou de nome e a nação do povo de Deus. Um e outro são a mesma coisa, mas também são distintos. Nós também somos filhos, herdeiros, somos pecadores e somos redimidos, somos fracos mas podemos todas as coisas naquele que nos fortalece. Não conseguimos fazer nada por nós mesmos, mas somos conquistadores de alma, que constroem um Reino. Somos frágeis e edificamos algo que jamais será abalado. Só a graça de Deus mesmo, para produzir tudo isso em nós e através de nós.

Obrigado Pai, por cada conquista e por cada vitória que os teus filhos alcançam por estarmos ligados ao Senhor, numa comunhão de idéias, mas numa aliança de bênçãos, por aquilo que lhe aconteceu no Calvário. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s