Me Congrego ao Meu Povo

Meditação do dia: 10/02/2020

 Depois ordenou-lhes, e disse-lhes: Eu me congrego ao meu povo; sepultai-me com meus pais, na cova que está no campo de Efrom, o heteu,(Gn 49.29)

Me Congrego ao Meu Povo – Quando pensamos em maturidade, não podemos pensar somente em ser adulto; ser responsável por sua vida e família. A maturidade está em todos os aspectos da vida da pessoa. Ela precisa atingir um estado de perfeição plena para que não dê a aparência de um fruto maduro de um lado e verde de outro, ou como o profeta falou de alguém que parecia um bolo que não foi virado, assando-se apenas parcialmente. Efraim se mistura com os povos; Efraim é um bolo que não foi virado (Os 7.8). Nos nossos dias, a tecnologia utilizada nos utensílios domésticos e industriais para assar comidas permite uma uniformidade perfeita, sem que se se tenha que fazer por etapas, como nos tempos antigos, dos fornos de barro, aquecidos por brasas e lenha, então precisa virar o pão ou bolo, para que assasse no todo. Estou comparando isso, a pessoas que são maduras em umas áreas da vida, mas imaturas em outras. Pessoas que amam fervorosamente a Jesus como Senhor e Salvador, que o aguardam mas ao mesmo tempo, vivem oprimidos pelo medo da morte. Os olhos delas brilham quando se menciona ressurreição e corpos gloriosos, mas murcham imediatamente quando se fala que para ressuscitar, primeiro precisa morrer. Pessoas cheias do Espírito Santo e produtivas em ministérios, mas emocionalmente instáveis e inconstantes. Outras são generosas e participativas em assuntos de atividades sociais e materiais de suas igrejas, mas que fogem de ministérios e envolverem-se com dons e ministérios espirituais. Estamos lidando com pessoas maduras de um lado e imaturas de outro. Até mesmo temas que a idade trás estabilidade e segurança, algumas continuam temerosas e inseguras, de forma que perdem muito das bênçãos de Deus que podem ser desfrutadas nessas etapas. Israel nos dá um belíssimo exemplo e testemunho de como uma pessoa que serviu a Deus a sua vida toda, fará disso um ato de adoração até o último suspiro. Após abençoar seus filhos, um por um, ele fala sobre agora ser a sua hora de se congregar ao seu povo. Ele demonstra que sabe o que está acontecendo e o que irá acontecer em seguida. Sua experiência espiritual o acompanha nessa nova etapa da jornada; seu pai e avó e suas respectivas esposas serviram a Deus e estão congregados até o tempo determinado por Deus e agora ele iria se juntar a eles. Não seria avós, pais e filhos, mas patriarcas, servos e adoradores do Altíssimo. A fé deve nos servir de apoio nos momentos críticos e decisivos, quando estamos na fronteira de novas experiências. O que a nossa fé diz sobre o que acontece após a morte? O que a pessoa de Jesus, que venceu a morte nos garante, quando chegar a nossa hora? O que a eternidade nos reserva após a vida física atual? Não aprendemos isso, apenas para concordar com um catecismo de crença religiosa. Aprendemos para experimentar quando chegar a hora. Israel estava como que despedindo-se dos filhos para embarcar numa viagem, onde iria encontrar com as pessoas que ele tanta amava e o estavam aguardando. Ele não se sentia indo para o desconhecido, imprevisível e apavorante. Andar com Deus fora a maior ventura em sua vida e agora iria estar mais perto ainda de tudo o que ele batalhou como adorador. Reveja conceitos que não te deixam confortáveis quando se fala neles. Peça ajuda do Consolador para que ele te guie em toda a verdade. Aceite a verdade da Palavra de Deus como suficientes para assegurar o melhor de Deus para sua vida, aqui e na eternidade. Mesmo que seja um caminho nunca trilhado antes, teremos a companhia de quem mais confiamos e amamos.

Senhor, obrigado porque a nossa fé é para agora e para a eternidade. Queremos continuar crescendo e nos apropriando das bênçãos que o Pai tem para cada um de seus filhos. Obrigado, Senhor, por ter planos de nos levar a maturidade em Cristo e assim edificar e consolidar nossa vida espiritual. Deus é o nosso refúgio e socorro bem presente nos momentos difíceis. Obrigado, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s