Embalsamaram a Israel

Meditação do dia: 13/02/2020

 E José ordenou aos seus servos, os médicos, que embalsamassem a seu pai; e os médicos embalsamaram a Israel. (Gn 50.2)

Embalsamaram a Israel – Os antigos egípcios desenvolveram um grande conhecimento científico, arquitetônico, na medicina, na escrita, literatura, agricultura e isso foi tão significativo que ainda hoje, com toda a tecnologia e os avanços que nossas ciências encontraram, ainda temos muitas perguntas sobre como eles conseguiam fazer aquelas coisas todas naquela época. O certo é que faziam, e faziam bem feito, que continuam surpreendendo. Precisamos adentrar nesses temas, ainda que de forma muito superficial, mas não leviano, e com boas intenções na mente e no coração para assim tirarmos lições proveitosas. As Escrituras Sagradas Judaico-cristãs, se referem a muitos assuntos de cunho científicos, filosóficos, matemáticos, arquitetônicos, da medicina e outras áreas do conhecimento humano; mas não como uma enciclopédia, ou um tratado visando respostas intelectuais. As Escrituras, tal qual a conhecemos, amamos e apreciamos, não nos foram dadas para tais finalidades pois o foco central de sua atenção é o propósito eterno de Deus para a redenção da humanidade, com a centralidade em Jesus Cristo, como Redentor. Até o advento da Igreja, após a morte, ressurreição e ascensão de Cristo, as pessoas olhavam pela fé para um Messias que viria conforme as profecias antigas; e depois, olhamos para trás, pela fé, no Cristo que já veio e se entregou por nós. Nada na Bíblia contradiz a ciência e nem se discute essa possibilidade, e os leitores e estudiosos piedosos das Escrituras se valem com muito bom proveito de todos os avanços e descobertas das ciências, que só comprovam o que as Escrituras registram e a nossa fé já aceitava antes de tais comprovações cientificas. A fé, tem suas próprias razões e lógicas. É assim que assimilamos novos conhecimentos e iluminações da sociedade. Deus levou Israel como uma tribo, um grupo de setenta pessoas aproximadamente para o Egito; sendo que José já estava lá, como um batedor, que fora na frente para preparar para a chegada dos demais. Por meio de todos aqueles caminhos pelos quais José passou, ele chegou ao palácio do governo, do maior império do mundo naquele tempo, alcançando o favor do faraó e digamos, não foi de graça, ele tinha uma colaboração muito efetiva para dar e que eles precisavam e foi reconhecido como a única pessoa em condições de fazer aquilo que precisava fazer. E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um homem como este em quem haja o espírito de Deus?
Depois disse Faraó a José: Pois que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão entendido e sábio como tu
(Gn 41.38,39). Foi assim que todo o conhecimento e todas as ciências dos egípcios ficaram disponíveis para os israelitas e durante todo o período em que eles foram bem quistos, eles aproveitaram, aprenderam e desfrutaram. O próprio Israel quando chegou de Canaã, foi muito bem recebido e admirado pelo próprio faraó, que lhe teve consideração por seu o pai de José e um líder tribal de respeito. Quando então veio a falecer, recebeu todas as atenções de uma persona com status de chefe de estado para lhe preparar os serviços póstumos mais prestigiados da época. As promessas de Deus à Abraão e Isaque e até ao próprio Israel se cumpriram, ao receber um tratamento póstumo de tamanho prestígio como um grande líder de nação. A fé cristã atribui grande importância à pessoa humana e sua dignidade merece todo respeito. Porém entendemos que a morte separa a pessoa de seu corpo, que será consumido, desfeito na sepultura, mas que a pessoa receberá outro corpo glorioso, perfeito e imortal, na ressureição dos justos; ou ficará sepultado até o julgamento do juízo final, para aqueles que não andaram em fé e negligenciaram o relacionamento com Deus e as verdades espirituais. O que se faz com um corpo após a morte, exceto violações e desrespeito à pessoa, para nós não tem tanto peso, pois a pessoa verdadeira não é o corpo, mas o espírito e esse sim, tem contas à serem prestadas.

Senhor, obrigado pelo dom da vida e pelo que podemos fazer de produtivo e construtivo em vida e assim influenciar para o bem e para a eternidade. Somos criados à tua imagem e semelhança e sendo assim, a espiritualidade é importante, porque nem só de pão viverá o homem, mas de toda a Palavra que procede de Deus. Fomos criados para tua glória e louvor e isso nos dá dignidade e valor e para isso vivemos e existimos. Graças, Senhor, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s