Raquel Era Amada

Meditação do dia: 18/02/2020

 E Jacó amava a Raquel, e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.(Gn 29.18)

Raquel Era Amada – A química entre Jacó e Raquel foi instantânea! Se alguém quer algum crédito para a teoria de amor à primeira vista, aqui está uma e muito forte! Os adeptos da “alma gêmea” também encontra aqui um sólido alicerce para construir seu castelo de sonhos e quem sabe esperar pela sua metade da laranja, ou a tampa da sua panela. Mas que o amor faz muito bem a qualquer pessoa e contribui para sua alto estima e dá esperança de ser feliz para sempre, embora na prática o amor romântico tem sempre umas pitadas de dor e separações doloridas. Mas ninguém nega que o amor e a paixão tem produzido muitas obras e peças artísticas maravilhosas. Mesmo para nós do ocidente liberal e subversivo, onde não se aceita nem pensar em casamento de cartas marcadas e escolhas às cegas feitas pelos pais e os famosos arranjos que causam arrepios, ainda assim não podemos negar todas essas coisas aconteceram e ainda acontecem até mesmo nos dias modernos. Pessoas que vão morar no exterior, por razões de imigração se valem de convenientes casamentos para permanecerem ou ganharem vantagens de cidadania. Isso nos tira o direito de pensar que os povos do oriente antigo e atual também foram e são muito radicais com os jovens e seus sonhos. Mas olhe exemplos como o mais famoso conto romântico, “Mil e uma noites,” é muito oriental; o belíssimo monumento indiano do Taj Mahal, é um palácio edificado em memória de um grande amor. Temos na Bíblia peças lindas sobre a descrição do amor, como até um livro inteiro sobre um romance muito intenso e que é uma alegoria sobre o amor de Deus pelo seu povo ou da união de Cristo e a igreja, sua noiva. O registro do Livro de I dos Reis sobre a grandiosidade do Rei Salomão descreve que suas habilidades como poeta, dizendo: E disse três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco (I Rs 4.32). Como compositor ele escreveu mil e cinco canções, mas uma dessas obras ficou imortalizado como “O Cântico dos Cânticos de Salomão.” Isso não chega a ser uma novidade, pois a Bíblia inteira é a narrativa da maior história de amor de todo o universo; Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3.16). Podemos ver em Raquel, um tipo da igreja como noiva de Cristo, que é encontrada e reconhecida e por quem o amor do amado é desmedido e exige dele um grande sacrifício que ele o faz sem achar pesado ou demais, tal era o valor que ele lhe atribuía. Esse lado do valor que Jacó demonstrou por Raquel e propôs um dote em forma de trabalho ao pai dela, que mesmo sendo um homem materialista e avarento, não fez nem contraproposta, indicando que era acima do esperado. Essa figura se repete em muitas outras alegorias nas páginas sagradas. O preço que foi pedido por nós é imenso e o amor de Deus aceitou pagar e pagou um alto preço. O pecado se encarregou de cegar os olhos humanos que desmerecem a si mesmos e atribuem pouco valor a si mesmos e usam isso como motivos das desmerecer o amor de Deus. Somos preciosos e embora a depravação causada pelo pecado, arruinou a criação toda, mas o Criador continua olhando para nós e vendo o que não vemos e disposto a pagar o que não acreditamos valer. Mas agora que somos novas criaturas, temos a mente de Cristo e as coisas velhas já passaram e tudo se fez novo, então podemos acolher o amor e a aceitação de Cristo para conosco e experimentar os benefícios do seu sacrifício na cruz. Raquel podia se ver pelos olhos e gestos de Jacó que a via como ninguém mais, independente das evidencias contrárias ditas pelo pai, pela irmã e pela cultura vigente. Nós podemos nos ver pelo olhar de Cristo, da mesma forma que o Pai nos vê pelo filtro do Calvário, independente do que as pessoas dizem de nós, do que a sociedade diga, do que nossas raízes digam ou até nós mesmos. O que vale mesmo é crer que “…Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu (Ct 6.3).

Senhor, graças ao teu infinito amor estamos salvos e com todos os benefícios que a obra de Cristo no Calvário nos garante. Não há de nossa parte, nenhum merecimento, mas cremos e abraçamos a graça de Deus que nos deu vida em Cristo Jesus. As nossas palavras não expressam com precisão o quanto é grande o teu amor e nem o entendemos no todo, mas aceitamos pela fé, que somos amados, aceitos, acolhidos no Pai. Agradecemos o apoio, conforto e consolo que o Espírito Santo nos dá e assim nos mantem ligados no amor do Pai e do Filho e desfrutamos dessa perfeita comunhão. Obrigado, por tão grande amor. No nome poderoso de Jesus, amém!

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s