Pressão Por Resultados

Meditação do dia: 22/02/2020

 Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, se não morro. (Gn 30.1)

Pressão Por Resultados – Escolhi esse título por entender que isso identificaria mais pessoas com o drama de Raquel. Cada um a sua modo e a seu tempo enfrenta sua realidade que pressiona por resultados. As crianças se sentem pressionadas a crescer, depois para arrumarem um amor e depois para casar e depois para ter filhos e depois para ter netos; em relação à carreira profissional é exatamente a mesma coisa; quem é vocacionado, sente na pele tal qual em outras áreas da vida. Nossa querida Raquel, que no começo da narrativa de sua história tudo parecia que se encaminharia do modo mais fácil e natural, vencendo até mesmo os obstáculos mais comuns para as moças do seu tempo. Do dia do seu casamento em diante a sua vida tomou outros contornos e foram aumentando e de uma aparente chuva suave e calma, foi se tornando uma tempestade com enchentes caudalosas e que começava a ameaçar muita coisa. Sua irmã que também tinha dificuldades de gerar filhos, já tinha agora quatro filhos, o que nos leva a entender que o dilema já durava no mínimo mais de cinco anos. Quem pensava que a irmã ficaria para titia, estava agora nesse condição e para aquela época, uma mulher não poder gerar filhos, acarretaria uma pressão imensa sobre ela e sendo que a rival era a irmã, a familiaridade facilita o deboche e os insultos velados. Poderíamos lidar aqui, com várias vertentes de sub temas, como: não gerar filhos – a inveja entre irmãs – pressão sobre o marido – depressão e desejo de morrer ou ameaças de suicídio. Quando olho uma expresso tal qual a que Raquel fez uso na conversa-desabafo com Jacó “me dá filhos se não morro;” eu olho como inicialmente uma força de expressão intensa, de que a pressão está grande; por outro lado, ela se viu tão diminuída, que até para imaginar ela frente a frente com o marido que ia entrando em casa e ela todo agitada, nervosa, surtando, balançando as mãos, a cabeça e dizendo aos gritos: “Me dá filhos se não morro!!! Eu não aguento mais!!!” Jacó não deve entendido nada, como a maioria dos maridos, nem sabe do que está acontecendo… “deu a louca nessa mulher!? É ela que tem que me dar filhos e vem para cima de mim, como se fosse eu a causa do problema!” Amados, não brinquem com a auto estima de outras pessoas que estão em situação de fragilidade; por dentro, não se pode ver o que se passa com a pessoa. O que mais vemos são pessoas oferecendo respostas simplistas para situações complexas. Casais que nunca conversaram abertamente sobre determinados assuntos, achando que todos sabem como as coisas são! O cônjuge tem tudo, falta o que? Nossa relação está ótima! Nossa comunicação é em alto nível! Eu ou o outro não ligamos para isso… quando a verdade está muito longe disso. Problemas não surgem para serem engavetados para que o tempo resolva. Brechas, rachaduras, começam com um pequeno impacto e surge uma fenda quase que imperceptível, mas a falta de cuidado e atenção minam até as melhores e mais seguras estruturas. Lembram das barragens de rejeitos da Mineradora Vale? Mariana, Brumadinho, etc. acúmulos e descaso se tornam tragédias anunciadas. Por que uma mulher bonita, bem casada, com o amor da sua vida, vivendo próximo aos familiares, participante de uma aliança maravilhosa com Deus, vendo o patrimônio e a família crescendo, de repente surta e diz que quer morrer? Já perceberam que ninguém, nem mesmo os cristãos são e estão imunes aos problemas da vida? Mesmo tendo melhores e meios de soluções, ainda assim precisamos prestar atenção aos sintomas e sinais. Até bem pouco tempo ninguém levava à sério a depressão, até que virou epidemia e atingiu até crianças, agora se reconhece como estado de saúde. Separação de casais, divórcio, suicídio eram assuntos distantes para o público evangélico, agora não mais! Cuide-se! Cuide de quem você ama e dê a devida atenção enquanto não se tornou tarde demais e caro demais ou irrecuperável.

Senhor, sabemos que não sabemos muito e que o Senhor conhece todas as coisas e tem os meios de ajuda e socorro. Nossa oração e intercessão hoje é para aqueles que se encontram numa situação em que não imaginavam ser possível, mas que de repente são atingidos e não sabem o que fazer. Pedimos sabedoria e graça, para que possam discernir que são amados e aceitos por ti, e que também o Corpo de Cristo pode ajudar e apoiar. Abençoa, ó Pai, esses corações e guia-os até as soluções definitivas. Pedimos cura e saúde para todos, no nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s