Rúben, o Garoto das Mandrágoras

Meditação do dia: 29/03/2020

 “E foi Rúben nos dias da ceifa do trigo, e achou mandrágoras no campo. E trouxe-as a Lia sua mãe. Então disse Raquel a Lia: Ora dá-me das mandrágoras de teu filho.” (Gn 30.14)

Rúben, o Garoto das Mandrágoras – Já falamos sobre essa planta mística e seus frutos, então vou me ater a um outro aspecto da questão, para nossa edificação. A questão começa assim: Você acredita em feitiço? Mandinga? Supertições? Misticismos? Acredita em fantasmas? Assombração? Simpatia? Quase tenho certeza de ouvir um solene NÃO! Bem grandão assim mesmo!!! Só estou perguntando e perguntar não ofende! Não sei se Lia e Raquel acreditavam que comer ou fazer chá de Mandrágoras, resolvia o problema da esterilidade feminina, mas não é atoa de tudo que isso ficou registrado nas Escrituras. O fato é que Rúben encontrou essas frutas lá no campo e as trouxe de presente para a mãe e certamente ciente de que aquilo agradaria ela. Ele já deveria ser grandinho o suficiente para saber a luta que ela e a tia vinham lutando para terem mais filhos, aliás a tia não tinha nenhum filho até então. Também é fato que essas frutas provocaram um alvoroço nas mulheres, pois Raquel quis logo e se propôs pagar caro por elas; e.  Lia se propôs a vende-las já que achou um bom negócio. (lembrem-se que as duas eram Sírias, povo bom de negócios). Como já vimos, dessa negociação, Lia ganhou o direito de ter o marido para ela com exclusividade, e o tempo não foi relatado aqui, mas foi o suficiente para ela engravidar três vezes; de Issacar, Zebulom e Diná. O que eu vejo e é assim que acredito, nenhuma dessas crianças é fruto ou resultado de chá de Mandrágoras coisa nenhuma. O texto sagrado diz o seguinte: E ouviu Deus a Lia, e concebeu, e deu à luz um quinto filho (Gn 30.17). depois de um veio o outro e a menina Diná. Foi Deus não a fruta ou o licor de Mandrágoras, ou vitamina de Mandrágoras… Raquel também fez uso do fruto místico e ficou na espera de um milagre e ele veio, mas não porque Mandrágoras cortado em cruz, à meia noite na sexta-feira treze, na encruzilhada, espremida num véu de noiva e coado na …. do marido, tomado sete dias seguidas as sete horas e sete minutos olhando para uma criança, faz efeito. O que leio é: E lembrou-se Deus de Raquel; e Deus a ouviu, e abriu a sua madre (Gn 30.22). Foi daí que nasceu o Zezinho. Grande José!!! Aquelas duas maravilhosas mulheres, nossas irmãs na fé, estavam na alinhadas com as promessas de Deus, feitas à Abraão, Isaque e repetidas e reafirmadas com Jacó, quando ainda solteiro, antes de chegar lá em Harã e conhecer qualquer uma delas. Deus tinha interesse que elas viessem a ter filhos, a bênção de Deus faria o milagre acontecer, não só porque havia uma aliança, mas porque os propósitos eternos, maiores que Abraão, Isaque, Jacó, Lia e Raquel prescindiam de uma geração de pessoas que cumprissem a perfeita vontade de Deus. Elas tinham suas lutas e suas limitações pessoais é verdade, mas cada um de nós temos nossas próprias lutas e limitações e isso jamais vai interferir no plano de Redenção. Elas oraram e Deus ouviu as orações. Deus ainda ouve as orações dos seus filhos. Deus não precisa da ajuda de mandiga, simpatia ou misticismo para fazer a coisa acontecer. Ele é Deus! Ele está sentado no trono! Ele é Senhor de tudo e de todos o tempo todo. Coloque sua confiança em Deus, em Jesus, no Espírito Santo, na Palavra de Deus. Pare de correr atrás de unção isso, aquilo; pare de colocar pão na lata de arroz para não acabar; Pare de deixar a Bíblia aberta no Salmo 91 para proteção; plante as sementes de romã para colher frutos e não guardar na carteira para atrair dinheiro. Deus é que é a nossa fonte de recursos. Minha oração hoje e a sua também será a poesia inspirada de Paulo, escrita aos Romanos 11.33-36:

Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s