A Herança de Simeão

Meditação do dia: 18/04/2020

 E Saiu a segunda sorte a Simeão, para a tribo dos filhos de Simeão, segundo as suas famílias; e foi a sua herança no meio da herança dos filhos de Judá.” (Js 19.1)

A Herança de Simeão – Ontem já passou, ficou para trás, aquilo que deveria ter sido feito ontem, ou foi feito ou não foi. E algumas coisas não poderão mais e outras ainda que com atraso poderão acontecer. Quanto pensamos em ontem, em figura, significa ficar no passado, ou viver hoje como se o passado não passou. As consequências disso não são boas, pois precisamos viver um dia de cada vez, ontem já foi e amanhã ainda virá, mas só amanhã, hoje é o dia e o momento de vivermos e fazer o que precisamos fazer. Sou muito fã daquele texto de Salmos que diz: Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele (Sl 118.24). Quando lidamos com Deus e as coisas espirituais, já sabemos que Deus não em problemas com o que chamamos de tempo; passado, presente e futuro, para ele isso não tem influencia. Por isso as suas promessas sempre serão cumpridas. Também as bênçãos ou maldições proferidas pelos pais tem um grande efeito na vida das pessoas. Vimos na meditação de ontem, que Israel, ou Jacó, ao abençoar a Simeão, ele confirmou sua identidade como um filho abençoado e que seria uma das tribos da nação; mas aplicou uma disciplina, profetizando que ele seria espalhado e dividido entre toda a nação. Muito bem, os anos se passaram e eles se tornaram uma nação formada por doze tribos, (como se fossem os estados aqui no Brasil), e na hora de distribuir os territórios, aconteceu isso aí que estamos vendo no texto de Josué 19.1. A herança de Simeão ficou incluída dentro do território de Judá. Parece que a lógica não tem lógica, não é mesmo. No verso oito, afirma que isso porque o território de Judá era grande demais para o número de pessoas, então incluíram Simeão. O normal seria dizer que repartisse o território entre as duas tribos, assim cada um ficaria com a sua parte. Mas não é assim que a vida gira. Jacó na sua bênção disse que o repartiria e de fato, repartiu. Estou mostrando algo dito e escrito na Palavra de Deus, sobre a autoridade que os pais possuem para construir na vida dos filhos uma herança de bênção e realização de coisas grandes; ou podem amaldiçoar a identidade deles e até mesmo não amaldiçoar, mas também não abençoar e assim a pessoa não prospera nunca. Por outro lado, falando agora com os filhos, especialmente os adultos, muitos dos quais em tempos passados não conheciam a Jesus e nem as verdades da Palavra de Deus, como também seus pais não sabiam disso e embora tinham boas intenções, não fizeram o que agora vocês sabem que são o melhor de Deus e o que deveria ter sido feito. Muito bem; sendo você adulto e agora sabendo desses verdades, você pode mudar o quadro da sua vida e reverter as maldições ou ausências das bênçãos. Isso mesmo, agora, como dono do seu nariz e responsável por suas decisões, você tem a chave para mudar tudo. Como fazer isso? Simples! Entrega sua vida a Jesus, nasça de novo e viva em santidade e justiça. Exerça a autoridade espiritual sobre sua vida pessoal, entregando e consagrando todos os direitos e autoridade à Deus e ao mesmo tempo desfaça em oração as maldições proferidas sobre você e seus descendentes. Confesse aqueles pecados que deram origem à tais declarações e libere o perdão a si mesmo e acolha esse perdão e a purificação que há no sangue de Jesus. Também perdoe integralmente seus pais ou responsáveis que proferiram palavras negativas e destrutivas contra sua vida. Abençoe a vida delas, faça de coração, mesmo que suas emoções não concordem; você deve agir por fé e não por vista ou sentimento. Reafirme isso, quantas vezes for necessário para que sua mente e suas emoções confirmem a decisão do seu coração. Comece a viver e a agir como alguém abençoado, construtivo e vivendo uma nova realidade. Resista as falsas demonstrações de que nada mudou e nunca admita voltar àquele estilo e condição de vida. Um texto que uso bastante para esse tipo de confirmação é: Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós. Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações (2 Co 1.20-22).

 

Pai, obrigado pelas bênçãos que estão sobre nossas vidas por causa da obra completa da redenção efetuada por Jesus lá na cruz. Estamos, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não tornaremos a colocar-nos debaixo do jugo da servidão (Gl 5.1). Abençoamos aquilo que já está abençoado por ti e confirmado em Cristo. Rejeitamos aquilo que já foi redimido em Cristo e lavado no sangue do Cordeiro. Somos novas criaturas para vivermos uma nova vida conforme a tua vontade e promessa. Não aceitamos nada mais e nada menos do que é nossa herança em Cristo Jesus, o teu amado filho e nosso Senhor, nosso Sacerdote e nosso Redentor Forte. Em nome dele, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s