Um Penhor

Meditação do dia: 04/05/2020

 “E ele disse: Eu te enviarei um cabrito do rebanho. E ela disse: Dar-me-ás penhor até que o envies?” (Gn 38.17)

Um Penhor – Um penhor é uma garantia que é dada até o cumprimento de um acordo. Normalmente o objeto penhorado tem maior valor do que os termos do contrato, caso esse não venha a ser resgatado, a perda para quem deixou o penhor é maior do que o outro valor.  Estamos familiarizados com isso através das garantias que utilizamos nas operações bancárias para aquisição de bens. O banco normalmente exige e retém em seu poder um documento que lhe é transferido pelo tomador, cujo valor está estimado acima do que o banco está concedendo. Se alguém financia um veículo, por exemplo, o documento fica em poder do banco, e o valor liberado é menor que o valor total. Não havendo quitação, a agencia bancária simplesmente excuta a apreensão do bem.
Com imóveis é exatamente assim. Espiritualmente, temos um clássico bem penhorado. Quando acontece a redenção para uma vida humana, ela nasce de novo, se torna filha de Deus e herdeira dele juntamente com Cristo; é também feito por Cristo uma promessa de que ele voltará aqui para resgatar essa vida e leva-la para viver eternamente no seu reino e glória. Embora Deus não costuma falhar com suas promessas e nem tenha motivos para isso, ele empenhou sua Palavra e deixou um penhor garantido assim a sua promessa. Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus, o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações (2 Co 1.21,22).  Veja bem e comparemos o valor de uma pessoa humana alcançada com a redenção em Cristo, com a pessoa do Espírito Santo, que é Deus; Digamos que Deus desista da idéia de resgatar a pessoa, a garantia que ele deixou é infinitamente mais valiosa. Assim, o penhor é uma operação muito firme, dado em confiança, de que de fato, a parte que oferece a garantia, voltara para finalizar seu compromisso. Estamos vendo em nossa meditação, que Judá, embora estive agindo fora da conduta esperada por uma pessoa comprometida com Deus, estava sendo honesto. Não deixa de ser uma ambiguidade ruim, pois alguém sendo imoral, se envolvendo em prostituição com alguém que ele nem sabe quem é, mas sendo honesto e dando garantias de honrar sua promessa. Tamar, que já tinha tudo planejado e seus planos estavam indo muito bem, já sabia o que precisava para garantir seus direitos. Ela sabia o que iria pedir a ele em garantia. A lição que fica para nós, é que quem está andando nessas situações, ela não sabe de praticamente nada sobre as pretensões do mal, mas o mal sabe muito bem do que precisa e quer da pessoa. As pessoas pecadoras, digamos assim, possuem uma mentalidade formada, fria e calculadamente maldosa e por isso se cerca de garantias. O ingênuo nem tem maldade e nem malícia suficiente para lidar com esse mundo. As pessoas de bem, de família e que cultivam relacionamentos saudáveis, estão habituados a agir na confiança e na simplicidade e isso facilita as investidas do mal, que facilmente as prendem e exploram; quando elas percebem, já estão arruinadas e destruídas. Provérbios oferece conselhos muito sábios contra a imoralidade, que precisam ser observados cuidadosamente. Hoje, sugiro a leitura de Pv 7. Extraí um trechinho para nós: Dize à sabedoria: Tu és minha irmã; e à prudência chama de tua parenta, para que elas te guardem da mulher alheia, da estranha que lisonjeia com as suas palavras. Porque a muitos feridos derrubou; e são muitíssimos os que por causa dela foram mortos. A sua casa é caminho do inferno que desce para as câmaras da morte (Pv 7.4,5,26,27). O sábio aconselha valer-se da ajuda da sabedoria e da prudência, em grau de familiaridade, para evitar a tentação e o laço do pecado. Homens e mulheres de Deus, comprometidos com os propósitos eternos do Reino de Deus, passam pelas mesmas provações e tentações morais e sexuais que nos nossos dias saturam de informações e facilidades, verdadeiramente atraentes. O mercado do pecado sexual é extremamente gigantesco, poderoso em propaganda e marketing, prometendo prazer e discrição sem consequências. Tem que ser ingênuo e desprovido de maldade no coração para ser facilmente fisgado. Lendo a descrição de Salomão, percebe-se que a pessoa ali, se apresenta, como devota, cumpridora de votos e compromissos de fé, e é gente de família e está disponível para facilitar as coisas. Esse é o caminho do inferno para aquela pobre alma. Vejo Judá como homem de Deus, alguém vocacionado, como eu, um pastor, alguém comprometido com um propósito eterno, grande e que demanda a minha consagração integral. Como eu, todos vocês, cada um a seu modo estamos todos em aliança com Deus e sua vontade. As “Tamares” da vida, estão procurando um momento de fraqueza, de descuido e vão utilizar contra nós as nossas próprias armas e instrumentos de trabalho e devoção a Deus, para atrair-nos e destruir-nos. Nós temos muito a perder com um vacilo. Elas não! Elas querem uma garantia, Cuidado!

Senhor Deus e Pai, clamamos por misericórdia e ajuda para os momentos difíceis; justamente quando fragilizados é que o inimigo intensifica seus ataques. Conceda que os teus servos se apeguem à sabedoria e a prudência, mantendo-se muito próximos de Ti em oração e vigilância. Podemos vencer, uma dia de cada vez e manter-nos em segurança juntos a ti, cheios da tua Palavra e do Espírito Santo. Valei-nos pela graça e bondade, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s