Processo de Identificação

Meditação do dia: 21/07/2020

E conheceu-a, e disse: É a túnica de meu filho; uma fera o comeu; certamente José foi despedaçado. (Gn 37.33)

Processo de Identificação – A evidencia de ausência não é ausência de evidencia. Jacó estava diante de uma série de evidencias que apontavam em uma direção; mas eram falsas todas as premissas, com exceção de que a túnica era verdadeira. Tudo indicava que José poderia ter sido atacado e despedaçado por uma fera nos campos por onde andou. Então José estaria morto. Israel começou a construir uma narrativa verdadeira para si, sobre uma base totalmente falsa, sustentada pela mentira e maldade dos filhos. Uma das coisas muito interessantes dessa história inteira, que sempre me chamou a atenção é o  silencio de Deus para com Jacó. Certamente reverencio a soberania do Senhor e o seu santo direito de agir para atingir os seus propósitos eternos. Até mesmo na história humana, temos o chamado “período inter bíblico” aqueles quatrocentos anos entre o Velho e o Novo Testamentos, também chamado de “Silencio Profético.” Nesse caso, embora Jacó fosse uma pessoa de muito bom relacionamento com Deus, um homem de oração e de estreita comunhão; ele não recebeu nenhuma dica, que seu filho estava bem, ou que alguma coisa naquela história não batia bem. Entendemos que o preparo que Deus pretendia aplicar em José, não poderia acontecer se seu pai pudesse interferir. Se Jacó tivesse qualquer sombra de informação do paradeiro de José, certamente ele empreenderia uma viagem de procura e resgate. O processo de amadurecimento pelo qual José estaria sujeito, era bem rigoroso e não poderia ter superproteção paterna. Enquanto José estava sendo trabalhando lá no Egito, aqui em Canaã, as coisas também iam sendo modeladas, para que no devido tempo ambas as partes pudessem se encontrar e estarem prontas para cooperarem entre si e formar uma unidade. Uma lição preciosa em nossa vida cristã, é quando oramos com fé e mesmo assim, a resposta demora ou há etapas que precisamos satisfazer para que tudo aconteça. Paciência é uma virtude que se forma no calor da batalha e perseverança. Tem que ter paciência para conseguir paciência!

Pai, graças te damos por tua bondade e misericórdia para conosco todos os dias. Em Cristo somos mais que vencedores e todos os dias contamos com a bondade e fidelidade do Pai. Buscamos sabedoria e discernimento para vivermos as tuas promessas e entendermos o tempo e o modo do teu agir. Agradecemos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s