Eu Sou José

Meditação do dia: 30/04/2021

E disse José a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque estavam pasmados diante da sua face. (Gn 45.3)

Eu Sou José – José Significa “aquele que acrescenta,” “acréscimo do Senhor” ou “Deus multiplica.” O nome José tem origem no hebraico Yosef, que quer dizer “Ele acrescentará,” referindo-se a Deus. Além desse filho de Jacó, ainda temos menção na Bíblia de José o pai humano de Jesus e de um senador, José de Arimatéia. Mui provavelmente houve muitos outros, cada um com sua história. Hoje, gostaria de enfatizar a importância da identidade individual para que a pessoa consiga prevalecer no seu ambiente e se realizar. Os ancestrais de José, geraram poucos filhos, e seu pai e seu tio paterno (Esaú)foram diferentes dos demais, ambos tiveram ao menos doze filhos. Numa casa com tantas crianças, não é difícil algum deles passar desapercebido entre tantos. Mas também oferece a contrapartida de sobressair sobre os demais. Já sabemos pelo que estudamos juntos até aqui, que José começou a destacar ainda bem jovem e quando referiu sobre os sonhos constantes que tinha, e cujos enredos pareciam dar-lhe uma precedência sobre os demais e até sobre o pai e a mãe. Os irmãos não gostaram, o pai parecia achar um tanto quanto exagerado e subvertendo os costumes familiares de hierarquia dos mais velhos. Eu, pessoalmente penso que naquela família, embora buscassem compreender as promessa de Deus e as vantagens que a Aliança com Abraão e Isaque lhes conferiam, em algum momento as atenções se concentraram neles mesmos e como fariam acontecer as promessas divinas. É aquele olhar natural e lógico de como as coisas costumam e sem perceber nivelamos por baixo as grandes promessas de Deus para vivermos nos níveis humanos e racionais. Eles sabiam que dentre eles seriam levantadas autoridades e grandes homens suficientes para estruturar uma nação. Essa seria a visão macro. Mas na visão de curto prazo e individualizada nenhum deles estava pronto ou atento sobre quem poderia vir a ser um destaque. Raquel quando deu nome à José estava concentrada numa disputa acirrada com sua irmã, pela preferencia do marido e uma das armas era justamente gerar filhos, e nesse quesito ela estava em desvantagem. Esse José era o primogênito dela e despertou-lhe o desejo de virar jogo, gerando mais filhos, por isso, deu-lhe um nome profético que aspirava ser o primeiro de muitos outros. Deixando as questões maternas e paternas, tanto José, quando cada um de nós temos nossas próprias vidas a serem vividas e promessas a se realizarem. Não podemos transferir para outras pessoas as grandes decisões de nossa existência. Como dizem os irlandeses, cada de nós precisa trabalhar nosso próprio crescimento, não importa o tamanho do nosso avô. José sempre esteve consciente de sua identidade, mesmo sendo apenas um dos doze filhos de Jacó; mesmo tendo a predileção do pai por si e pelo irmão caçula, órfãos de mãe logo no nascimento de Benjamim. Quando sofreu resistência dos irmãos e advertência do pai, ele não se abateu. Não se curvou diante do sequestro, da escravidão e do serviço servil em terras desconhecidas; Não se descaracterizou em nenhum momento, ainda que servisse a homens proeminentes e poderosos ele estava firme. Não cedeu na fé, no culto, na cultura e nos hábitos. Quando teve sucesso e poder temporal, ele ainda estava olhando para suas raízes e não esqueceu quem era. Contra tudo e contra todos, ele ainda podia se apresentar dizendo: “Eu sou José!” Ele não disse, meu nome é José, mas EU SOU JOSÉ! Meu nome é do que sou e o que sou está no meu nome. Pode ter muitas pessoas com esse mesmo nome, mas esse sou eu! Meu nome, minha família, minha terra natal, minhas raízes é tudo uma mesma coisa. Eu sei quem sou!

Senhor Deus e Pai, obrigado por nos ensinar através de Jesus a importância daquilo que somos. O Senhor Jesus deixou a sua glória eterna e veio habitar entre nós, sem abrir mão de sua realidade, apenas esvaziou-se a si mesmo e assumiu a nossa condição humana e hoje, mesmo estando na eternidade e vitorioso ele se apresenta como o Filho do homem, o Carpinteiro, o Emanuel Deus conosco. Graças, senhor, porque temos um representante humano, assentado à direita do trono de Deus. Louvamos e agradecemos, em nome dele, Jesus, o nome sobre todo o nome, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s