Te Sustentarei

Meditação do dia: 23/05/2021

“E ali te sustentarei, porque ainda haverá cinco anos de fome, para que não pereças de pobreza, tu e tua casa, e tudo o que tens.” (Gn 45.11)

Te Sustentarei – Sempre que vejo um ancião ou anciã, mesmo sem conhecer a pessoa ou sua história, eu gosto de pensar positivamente, dizendo a mim mesmo, que aquela deve ser uma pessoa que honrou muito a seus pais. Isso é bíblico, profético e é o primeiro mandamento com promessa. “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” (Ef 6.1-3). José amava muito o seu pai e seu irmão mais novo e era muito amado por eles; mas as estradas da vida o levaram deles por muitos anos, mas José não perdeu suas origens, suas raízes e nem sua fé. O discipulado que recebera nos anos em campanhia paterna e familiar o acompanharam e fizeram dele a pessoa especial que conhecemos e admiramos tanto. Quem hoje, ao ler e meditar na Palavra de Deus à luz da história de José, não lembra o bordão da Escolinha do Professor Raimundo e não suspira e diz: “Eu queria ter um filho assim!” A nossa fé se fundamenta totalmente em modelos familiares onde a boa ordem de famílias sustenta e alavanca as nossas gerações, para o progresso, o crescimento e devido retorno em honrar bem os pais. “Ouve teu pai, que te gerou, e não desprezes tua mãe, quando vier a envelhecer” (Pv 23.22). “Diante das cãs te levantarás, e honrarás a face do ancião; e temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor” (Lv 19.32). José não estava levando seu pai e irmãos para dividirem as despesas e facilitarem a sua vida. Ele não estava de olho na sua parte da herança ou em qualquer posse material, ainda que legítima. A promessa contida na aliança celebrada por Deus com seus antepassados, estava produzindo em suas vidas todas as bênçãos prometidas e a construção de uma nação soberana, sacerdotal e comprometida em fazer Deus conhecido em todas as nações e a sua bênção se estender a todas as famílias da terra. Estamos no século vinte e um, depois de Cristo que é praticamente o meio do caminho de onde essas alianças foram feitas. O povo de Deus, como nação descendente biológica de Abraão, resiste firme e não há como negar que ela é líder na maioria dos quesitos de povo bem sucedido. Somos herdeiros da fé e das promessas. Não precisamos ser nacionalistas ou judaizantes nas práticas e rituais de culto, mas ali estão nossas raízes e um dia todos nós serviremos juntos sob o comando de Jesus, o Leão de Judá, a Raíz de Davi e aquele que se assenta no trono para sempre.

Obrigado, pai amado por nos possibilitar uma militância na fé de Abraão e a certeza de que as tuas Palavras se hão de cumprir no devido tempo. Jesus é o tudo de que precisamos e nele foram criadas todas as coisas e nele tudo subsiste; então a ele seja a glória, a honra e o louvor para todo sempre, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s