Aprendendo o Que se Deve Falar

Meditação do dia: 12/03/2022

“Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.” (Êx 4.12)

Aprendendo o Que se Deve Falar – Todo privilégio traz consigo uma responsabilidade como também toda responsabilidade traz junto um privilégio. Falar é um privilégio, mas é também uma responsabilidade. Especialmente quem recebe a graça e a vocação de falar em nome de Deus. É muito importante saber que o que é sagrado, é sagrado de fato e de direito e isso precisa ser respeitado. Existem textos na Palavra de Deus, que revelam a preciosidade e também a responsabilidade que se deve ter ao exercer esse ministério. Quero pensar aqui, inicialmente no profeta Jeremias, que trouxe uma dessas chamadas de atenção. “O profeta que tem um sonho conte o sonho; e aquele que tem a minha palavra, fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? diz o Senhor” (Jr 23.28). Se você desejar fazer uma leitura muito construtiva sobre o ministério profético de Jeremias, te aconselho ler cuidadosamente o primeiro capítulo de seu livro. Ali Deus o chama e ele tenta se esquivar à semelhança de Moisés, mas o Senhor o adverte e confirma sua vocação e também a presença divina lhe chancelando o ministério. Tal como Jesus, ao iniciar o discipulado, disse aos primeiros convocados, que eram pescadores profissionais, ele ofereceu a eles o treinamento que os transformariam em pescadores de homens. “E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens” (Mc 1.17). Moisés sabia conversar e era um homem culto que fora criado no palácio de Faraó e o governante no trono naqueles dias, era conhecido, e o tema a ser tratado também não era de difícil compreensão. Mas tudo isso não tornava a missão mais fácil, pois falar no seu próprio nome seria uma coisa, mas falar em nome de uma nação e em nome de Deus, como seu profeta, era algo inteiramente diferente. Muitas pessoas são falantes por natureza, são bem articulados e não se prendem por quaisquer coisas e alguns são ótimos no improviso. Mas falar a Palavra de Deus, é bem mais do que discursar ou fazer uma preleção de um tema escolhido. Quando se fala em nome de alguém, assume-se a responsabilidade de representa-lo como pessoa e caráter. Essa compreensão deve estar presente com muito temor nos corações de quem sobe numa plataforma e assume um púlpito, para proclamar uma palavra, que bom que esteja certo de que seja a Palavra de Deus.

Pai, agradecemos o privilégio de transmitir a tua Palavra ao teu povo. Isso é um grande privilégio, mas também é muita responsabilidade e precisamos ser fieis no que faremos, para procedermos de nós mesmos. Te peço sabedoria e graça, para servir de instrumento para que a tua perfeita vontade chegue aos corações a quem tens destinado receber a mensagem de fé. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s