Mar Seco

Meditação do dia: 29/12/2022

“E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.” (Ex 14.22)

Mar Seco – Não tenho uma visão triunfalista da vida cristã, mas acredito na bondade de Deus e nos seus planos que nunca podem falhar. Pensando como um filho de Deus, herdeiro de todas as coisas e como alguém que trabalha pela restauração dos propósitos originais, não dá para ser parcial e torcer para o “nosso lado” ganhar e o resto que se exploda. A salvação em Cristo Jesus é um dom, um presente da graça de Deus alcançada pela fé no sacrifício de Cristo lá na cruz, que está disponível ao alcance de todos e o convite é aberto e tantos quantos chegarem, serão bem-vindos e há lugar para todos. Estou tentando chamar a atenção, para o fato de que tudo que existe foi criado e é sustentado por Deus, o nosso Deus e são para sua glória; sendo assim, os grupos aqui em baixo, ganhando ou perdendo, a disputa está entre a criação de Deus, que ele ama e está investindo muito para salvar o máximo possível. Imaginemos uma família com muitos membros e dois deles começam a ter conflitos e partem para as vias de fato: quem ganha e quem perde? Do ponto de vista do pai de família, qual a melhor solução? Me ponho a pensar e a meditar e entendo a justiça de Deus, entendo a extensão do seu amor e a oportunidade que todos os pecadores têm e podem aproveitar. “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se” (2 Pe 3.9). O próprio Senhor Jesus, que é Deus disse de seu ministério: “E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia (Jo 6.39,40). Ali no Mar Vermelho, Deus abriu espaço para os filhos de Israel passarem de forma milagrosa, um livramento de grandes proporções. A destruição só viria para os egípcios devido a rebeldia e dureza de coração. A recusa deles em reconhecer a poderosa mão de Deus agindo para abençoar a Israel, também estaria estendida para abençoá-los, caso desejassem se converter e agir da maneira certa. Não precisaria ser a salvação de uns e a perdição de outros, como se fosse uma necessidade de equilibrar uma balança. “Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça” (Is 59.1,2). Os pecados humanos são o problema, não a graça de Deus!!

Senhor, obrigado por colocar diante de todos nós a salvação pela graça através da fé em Jesus Cristo. Obrigado por nos amar incondicionalmente e nos dar oportunidade de exercitar a nossa fé e obediência à tua vontade. Te agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s